Dezembro de 1915

Nascidos em Leopoldina

6 dez 1915

Maria Diva Ferreira Brito, filha de Anselmo Ferreira Brito e de Maria Barros

7 dez 1915

Francisco, filho de Pedro José Pacheco e de Dorcelina Amélia de Jesus

18 dez 1915

Moyses, filho de Antonio Mauricio da Silva e de Emilia dos Reis Coutinho

19 dez 1915

Julio, filho de Abilio Moroni e de Ema Metilde Lupatini

19 dez 1915

Leocyr, filho de Ricardo José de Oliveira Martins e de Nelsionila Pinheiro

24 dez 1915

Amaro Giuliani, filho de Domenico Giuliani e de Ercilia Zenobi

26 dez 1915

Ida, filha de Antonio Machado de Almeida e de Maria Cecilia de Carvalho

30 dez 1915

Antonieta, filha de José Alves de Lacerda Filho e de Luciana Rodrigues

Jassuahy, filho de José Antonio Machado e de Albertina Zulmira de Moraes

Wilson, filho de Raimundo de Vargas Ferreira Brito e de Horácia Machado da Silva

Nascidos em junho de 1915

8 jun 1915

  • José filho de Francisco José Botelho Falcão e de Ana Maria de Oliveira Ramos
  • Ubirajara filho de Frederico Cintra Rodrigues da Costa e de Maria Eliza Gomes
  • América Machado de Andrade filha de Américo José Machado e de Altina de Andrade Neto

10 jun 1915

  • José filho de Antonio Pereira da Silva e de Matilde Porcina do Patrocínio

13 jun 1915

  • Filomena filha de Américo de Castro Lacerda e de Nair da Gama

15 jun 1915

  • Anibal filho de Olímpio Augusto de Lacerda e de Rita Ferreira Brito

16 jun 1915

  • Preciliana filha de José Augusto Tavares Pinheiro e de Rita Batista Monteiro

24 jun 1915

  • Antonio Bartoli filho de Alfredo Bartoli e de Virginia Rosa Carraro

25 jun 1915

  • Francisco filho de Izolino de Macedo Freire e de Maria Cipriana de Carvalho
  • Amelia Maria Saggioro filha de Antonio Saggioro e de Octavia Lorenzetto

 

Há 141 anos…

Fernando Pinheiro de Souza Tavares foi nomeado Juiz Municipal e de Órfãos do Termo de Leopoldina.

Efemérides Leopoldinenses

Nascido por volta de 1843 em Valença, RJ, era filho de José Tavares Pinheiro e de Maria José de Souza Werneck, sendo neto materno de Ignacio de Souza Werneck e de Albina Joaquina de Lacerda, casal que formou a Fazenda Benevolência nas proximidades da estrada que na década de 1880 ligava Cataguases a Leopoldina.

Segundo anotação no livro de Atas da Câmara Municipal de Leopoldina, 1879-1880, fls 33, “o engenho da Fazenda Velha de D. Albina” estava localizado próximo do Ribeirão Feijão Cru, na estrada de Cataguases, onde estava sendo construída uma ponte. É possível que esta fazenda ficasse entre o trevo da estrada atual que dá acesso à estrada para Piacatuba e o ponto onde o rio Pardo deságua no rio Pomba.

É provável, também, que Ignacio de Souza Werneck tenha se instalado em terras adquiridas da família Ferrugento, que obteve sesmarias naquela região em fevereiro de 1813. Segundo Dona Albina declarou no Registro de Terras em 1856, seu marido comprara as terras de Caetana Maria Angélica em outubro de 1846.

Há 100 anos

Leopoldinenses nascidos em dezembro de 1914

Lindolfo 2-dez filho de Lindolfo Augusto T Pinheiro e de Guiomar de Lacerda
Nair 4-dez filha de Secundino Antonio d Oliveira e de Josefina Martins dos Santos
Rosa Farinazzo 6-dez filha de Giacomo Farinazzo e de Elisabetta Saggioro
Eunice 10-dez filha de José de Sales Nogueira e de Júlia de Vargas Ferreira Brito
Francisco 11-dez filho de Francisco de Souza Lima e de Ana Ferreira de Almeida
Paulo 13-dez filho de Nestor Capdeville e de Luiza Erminia Botelho
José 18-dez filho de Luiz Henrique Delfim e Silva e de Marfisa Nogueira
Omar 25-dez filho de Francisco Elizio Bento da Rocha e de Laura Ferreira de Andrade
Alice 26-dez filha de Virgilio de Souza Nogueira e de Suzana Narcisa de Jesus
Olga 26-dez filha de Joaquim Soares da Silva e de Natalina Monteiro Lobo
Estefania 27-dez filha de Pedro José de Moraes e de Joana Maria de Jesus
Cornélia Almeida 30-dez filha de Cornélio Antonio de Almeida e de Etelvina Caetano de Oliveira

1880: Novo Cemitério em Leopoldina

O atual Cemitério Nossa Senhora do Carmo, em Leopoldina, começou a ser utilizado em agosto de 1880, conforme o Livro de Sepultamentos considerado como número 1 por não terem sido preservados os anteriores, que ficavam a cargo da Igreja. Segundo a notícia do jornal O Leopoldinense, três meses depois a obra ainda não estava totalmente concluída.

Para este campo santo foi trasladado o corpo do povoador Romão Pinheiro Corrêa de Lacerda, falecido em 1872.

Este foi o único caso encontrado de pioneiro de Leopoldina com restos mortais adequadamente preservados. Dos demais, provavelmente sepultados no cemitério que existiu no entorno da Matriz de São Sebastião, não existem registros nem seus ossos foram trasladados.

Leopoldinenses nascidos em julho de 1913

Este mês comemoram-se os seguintes  centenários de nascimento:

Dia 12

João filho de Zeferino Izidro Dias e de Olimpia Rodrigues Pinto

Dia 15

James filho de Pedro Rodrigues de Oliveira e de America Lima

Dia 18

Custodio filho de Honorio Augusto Almeida Ramos e de Ana Galvão

Dia 20

Cléa filha de Lindolfo Augusto Tavares Pinheiro e de Guiomar de Lacerda

Dia 23

Custodio Alberto filho de Custódio de Almeida Lustosa e de Maria das Dores de Freitas

Dia 30

Consuelo filha de Avelino José de Almeida e de Nelsina de Medeiros Pinto

Centenário de Nascimento

Nasceram em março de 1913, no município de Leopoldina:

Dia 2 – ARLINDO, filho de Silvano Barbosa da Rocha e Ana de Melo Gouvêa

Dia 3 – MARGARIDA, filha de Francisco Ferreira de Almeida e Julieta Magdalena de Moraes

Dia 4 – NEOCYRA, filha de Ricardo José de Oliveira Martins e Nelsionila Pinheiro

Dia 9 – ASTOLFO, filho de Xavier José Machado e Maria da Conceição de Marcelo

Dia 16 – MERCEDES, filha de Garibaldi Cerqueira e Laura Ramos

Dia 20 – ROSA, filha de Rafael Rodrigues Y Rodriguez e Maria Gottardo

Dia 24 – GASPAR, filho de Gaspar Cobucci e Maria Teresa Galvão de São Martinho

Dia 27 – MANOEL, filho de Sebastião Damasceno Neto e Maria José Ferreira

Dia 30 – DONOSOR, filho de Eduardo Faria Rayol e Laura Candida Jendiroba