Capítulos da história de Leopoldina

TREM DE HISTÓRIA
Imprensa em Leopoldina Coluna do jornal Leopoldinense, por Luja Machado e Nilza Cantoni. Expedicionários Leopoldinenses

 

Imigrantes Italianos Personagens Leopoldinenses
ESTUDOS CONSOLIDADOS
Assentos paroquiais de matrimônios de Leopoldina. Família Ferreira Brito: um estudo. Gonçalves Neto: uma das famílias pioneiras de Leopoldina.
Família Dietz: Trajetória e Genealogia.
LIVROS PUBLICADOS
Os Almeidas, os Britos e os Netos em Leopoldina – 1ª edição eletrônica. Os Almeidas, os Britos e os Netos em Leopoldina – 2ª edição eletrônica. Nossas Ruas, Nossa Gente.
Cacos de História e Memória. Imigração em Leopoldina: História da Colônia Agrícola da Constança.
Catedral de São Sebastião  

MEMÓRIA LEOPOLDINA

Igreja e Largo do Rosário

 

Cemitério Nossa Senhora do Carmo Grupo Escolar Ribeiro Junqueira
Loja Raphael Domingues Praça General Osório e Banco Ribeiro Junqueira
O olhar do visitante O Teatro em Leopoldina
Belezas naturais de Leopoldina: Alto de Santa Úrsula
FAMÍLIA ALMEIDA RAMOS
Cap. 1 – Maria Antonia de Almeida c/c José Antonio Machado Esta é a 4ª edição do estudo “Descendentes de Antonio de Almeida Ramos”. Cap. 6 – Antonio de Almeida Ramos II e Manoel
Cap. 2 – Ana Teodora Almeida c/c Francisco Gonçalves Pereira Cap. 7 – José de Almeida Ramos c/c Rita Maria de Santo Inácio
Cap. 3 – Antonia Maria de Almeida c/c Inácio José do Bem Cap. 8 – Miguel de Almeida Ramos c/c Mariana Tereza de Jesus
Cap 4. – Francisco de Almeida Ramos c/c Micaela Maria do Espírito Santo Cap. 9 – Antonio de Almeida Ramos III c/1ªc Francisca Maria de Jesus e c/2ªc Iria Joaquina de Albuquerque
Cap. 5 – João de Almeida Ramos c/c Teresa Maria de Jesus Cap. 10 – Manoel Antonio de Almeida c/c Rita Esméria de Jesus

 

10 opiniões sobre “Capítulos da história de Leopoldina”

  1. Boa Noite Nilza,
    Ficaria extremamente feliz de encontrar informações sobre minha família no documento que você publicou: Memória da Imigração em Cataguases – Centenário da Colonia AGricola Major Vieira. No entanto, o documento está sendo oferecido pelo Scrib mediante pagamento de assinatura. Teria como você me enviar este trabalho por e-mail?
    Muito obrigado!

    Gostar

  2. Prezada Nilza

    Sou norte-americano, casado com uma capixaba, Maria do Carmo Espíndula Rabelo. O bis-avô dela, Francisco Alves Rabelo (ou possivelmente Rabello), nasceu em Leopoldina em 1834, segundo duas fontes, e faleceu em Muniz Freire, ES, em 1901.

    Gostaria de encontrar e/ou contratar uma pessoa na localidade de Leopoldina que poderia pesquisar os origens de Francisco e sua esposa Custodia Angelica —- (sobrenome desconhecido), já que seria mais eficiente do que eu tentar pesquisar em Leopoldina. Não sei se os registros de baptismo e/ou casamento de Leopoldina existem, ou onde seriam disponíveis. No livro Velhos Troncos Mineiros, (Raymundo Trindade, 1955) a família Rabelo é mencionada, mas não permitiu a identificação de Francisco Alves Rabelo.

    Agradeço qualquer sugestão que poderia me dar.

    Don Coes

    Gostar

    1. Olá Donald Coes: em 1834 ainda não existia o distrito do Feijão Cru que em 1854 foi emancipado com o nome de Leopoldina. Portanto, se o bisavô de sua esposa nasceu no Feijão Cru, o batismo deve ser procurado em Rio Pomba que naquele momento era a freguesia do território. Em meu banco de dados, não tenho Francisco Alves Rabelo. Minha mais antiga referência ao sobrenome Rabelo, no município de Leopoldina, é de 1863. Trata-se do casamento de Antonio Silverio Rabelo com Ana Honoria da Conceição. Foi realizado no distrito de Piacatuba e no assento não constam os nomes dos pais.

      Gostar

  3. Olá, Nilza, estou procurando os antepassados do meu marido. O sobrenome dele é Sabino, mas fui informada que o patriarca da familia no Brasil que emigrou da Italia era Nicola Savino (com V), para Leopoldina. O nome de familia foi posteriormente adaptado para Sabino.
    Atenciosamente.
    Adriana Sabino

    Gostar

    1. Olá Adriana: de fato houve um Nicola Savino em Leopoldina. Mas houve, também, Nicolau Sabino. Não há parentesco entre eles. Seria necessário saber os nomes dos antepassados de seu marido até Nicola ou Nicolau para identificar a família à qual ele pertence.

      Gostar

  4. Olá! Estou buscando documentos de meus antepassados italianos. Eles chegaram no Vapor Alacrità (1897) e foram para a FAZENDO MACUCO (São Paulo Muriahé). Os nomes são:

    CANOVA CESARE
    CANOVA ERNESTA
    CANOVA GIUSEPPINA
    CANOVA ALFREDO
    CANOVA GAETANO
    CANOVA ETTORE
    CANOVA REMO
    ETC

    A principal é a Giuseppina. Teria alguma informação sobre ela?

    Gostar

  5. Bom dia,

    Estou buscando meus antepassados, e chegamos ao site de você. Também somos descendentes de Guido Princisvale. Se puder, me passe um email ou telefone para entrarmos em contato.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s