Colonos empossados em Dezembro

Retomando as efemérides da Colônia Agrícola da Constança, hoje informamos as posses ocorridas no mês de dezembro.

Em dezembro de 1909, 4 colonos tomaram posse de lotes:

dia 4 – Augusto Mesquita – lote 41

dia 8 – Franz Negedlo, lote 48 e Karl Thier, lote 53

dia 10 – Fritz Zessin, lote 33

Em dezembro de 1910, no dia 28 foram empossados:

Pietro Balbini, lote 11

Francesco Colle, lote 12

Giuseppe Pittano, lote 13

Giovanni Sampieri, lote 14

Luigi Marcatto, lote 20

Angelo Bucciol, lote 21

Em dezembro de 1911, no dia 18 de dezembro Pedro Pacheco de Carvalho tomou posse do lote 62

Os primeiros moradores da Colônia Agrícola da Constança

Conforme temos dito em várias oportunidades, a Colônia Constança não acolheu apenas imigrantes italianos. Ao transferimos para este novo endereço os textos publicados no final da década passada, voltamos a receber consultas sobre a presença de outras nacionalidades naquele núcleo colonial. Por esta razão, republicamos algumas informações que obtivemos nos Relatórios da Diretoria de Terras e Colonização de Minas Gerais.

No decorrer do ano de 1909, iniciaram-se os trabalhos de preparo dos lotes do núcleo que acolheria imigrantes em Leopoldina. A 12 de abril de 1910 foi assinado o Decreto 280 criando a Colônia Agrícola da Constança. O primeiro morador foi o Sr. João Baptista de Almeida Paula, que passou a residir naquele núcleo a 01.07.1909. Nos meses de novembro e dezembro de 1909, a Colônia recebeu as famílias de Mathias Hensul, Franz Ketterer, August Krauger, August Schill, Wilhelm Zessin, Augusto Mesquita, Franz Negedlo, Karl Thier e Fritz Zessin, mencionados nesta ordem de chegada no relatório do administrador da Colônia. Em janeiro de 1910, foram instaladas as famílias de Herman Krause, Ernest Lang, Franz Schaden, Bruno Troche e Manoel da Cruz Cartacho.