Guidotti, Mattiuzzi e Ferreti

Republicamos postagem com estes sobrenomes italianos, de famílias que viviam em Leopoldina na última década dos oitocentos. Segundo informações orais, teriam se transferido para o norte da zona da mata mineira na década de 1910. Agradecemos a quem puder nos fornecer informações a respeito.

1-Pietro Guidotti, filho de Vincenzo Guidotti e Rosina, nasceu por volta de 1864 na Italia.

Chegou ao Brasil pelo Vapor Attività a 27 Ago 1897, acompanhado pela mulher e os filhos Alfredo, Silvio e Emilio. Saiu da hospedaria a 31 Ago 1897 sob contrato com José Werneck de Araújo Junqueira, para a estação Campestre, atual São Martinho, distrito de Providência, Leopoldina, MG.

Pietro era casado com Ida Mattiuzzi, filha de Inocente Mattiuzzi e Rosina. Ida nasceu por volta de 1870 na Italia.  Em alguns registros o sobrenome de Ida aparece como Mateucci ou Montecci. Talvez fosse parente de Luigi Mateazzi que chegou a Leopoldina em 1888, tendo vindo da Italia pelo Valor Cachar. Não encontramos indicação da província de origem de Ida e Luigi.

Filhos de Pietro e Ida:

1.1-Alfredo Guidotti nasceu por volta de 1893 na Italia.

1.2-Silvio Guidotti nasceu por volta de 1895 na Italia e faleceu em 1897 em Providência, Leopoldina, MG.

1.3-Emilio Guidotti nasceu por volta de 1897 na Italia.

1.4-Vicente Guidotti nasceu a 18 Jun 1899 em Providência, Leopoldina, MG.

1.5-Silvio Guidotti nasceu a 24 Abr 1902 em Leopoldina, MG. Foi batizado a 25 Jun 1902 tendo por padrinhos Giuseppe Ferreti e sua filha Maria Ferreti.

Segundo os dados da imigração de Giuseppe Ferreti, ele procedia de Marzabotto, Bologna, Emilia Romagna e viajou para o Brasil pelo mesmo vapor em que veio a família de Pietro, sendo contratado para trabalhar na mesma propriedade que recebeu os Guidotti. Não se sabe o destino que tomaram as duas famílias. Informações orais indicam que teriam saído de Leopoldina por volta de 1910.