O Domínio do Espaço nas Memórias sobre Minas Gerais no Século XIX

Autor: Ruivan Ferreira Gomes
Resumo
Seria incompleto qualquer trabalho historiográfico que almejasse estabelecer uma análise sobre a representação de território de natureza no século XIX sem levar em consideração o referencial das memórias descritivas produzidas tanto por naturalistas estrangeiros quanto por luso-brasileiros. Principalmente no período entre os séculos XVIII e XIX em que a História Natural é legitimada como ciência e utilizada pelos Estados Nacionais como ferramenta de maximização de riquezas. Esse trabalho tem como objetivo salientar as particularidades de tais publicações e o papel delas na formação da historiografia oitocentista.
Palavras Chave: Memorialistas, Território, Natureza.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s