Patrimônio Cultural – I

Esta semana eu estive revendo o Plano Diretor Participativo de Leopoldina, realizado em 2006. Sei que existem iniciativas de Educação Patrimonial na cidade mas não tenho tido oportunidade de acompanhar o desenvolvimento de tais programas. Decidi compartilhar as mais recentes leituras sobre o assunto, como forma de contribuir com os demais interessados e receber retorno dos leitores, atualizando-me sobre o que vem acontecendo na cidade.
A partir da página 200 do referido documento, disponível no site da Câmara Municipal de Leopoldina, temos as principais diretrizes sugeridas pela equipe que realizou os estudos para o Plano Diretor Participativo. Dentre elas, destaco as que falam mais diretamente aos interesses deste blog:
6.1 HISTÓRIA E PATRIMÔNIO CULTURAL
[…] Prever ações para preservação e recuperação do patrimônio ferroviário, essencial na história da cidade;
[…] Identificar o potencial do patrimônio natural do município, integrando-o com a recuperação das fazendas de café existentes no município, com vistas ao eco-turismo;
[…] Remodelação o Arquivo Público Municipal e do Fórum, equipar a Biblioteca Pública Municipal, avaliar a possibilidade da criação de espaço para exposição sobre a história da cidade;
– Criação de programa de incentivo à pesquisa e produção de material de divulgação sobre a história da cidade; […]
Foi uma grande surpresa, quando li este documento pela primeira vez, encontrar a sugestão de Remodelação do Arquivo Público Municipal e do Fórum. Isto porque, no meu entender, só é possível remodelar aquilo que existe. Há 18 anos eu venho acompanhando de perto a deterioração do acervo documental que deveria estar no Arquivo. Na década de 1990, realizei um trabalho voluntário de higienização, digitalização, acondicionamento e indexação de uma pequena parte, algo em torno de 200 unidades. Mas isto é quase nada, talvez não chegue a 10% do que eu vi nos mais variados “depósitos”, sem qualquer cuidado.
Nos anos 2000 a professora Natania Nogueira fez outras tentativas, creio que frustradas pela falta de apoio do poder público. No mês passado, a mesma professora tomou mais uma iniciativa altamente louvável, realizando oficinas com seus alunos de uma escola particular da cidade e apresentando o resultado em uma palestra.
Se você que está lendo esta postagem tiver notícias, por favor, informe quais outras providências têm sido tomadas para que Leopoldina tenha, finalmente, o tão sonhado Arquivo Público Histórico Municipal.
Quanto ao citado Arquivo do Fórum, o que eu posso declarar é que fiz várias visitas, entre 1994 e 1999, buscando informações para meu projeto de pesquisa sobre a História de Leopoldina. Eu não diria que estive propriamente num arquivo, mas num ambiente de guarda. Menos mal porque ali existiam estantes de aço e os pacotes de documentos pareciam estar mais ou menos bem acondicionados. Entretanto, para localizar alguma coisa ali…
No ano passado eu procurei informações sobre este patrimônio fabuloso, que guarda processos do judiciário desde algo em torno de 1850. Por incrível que possa parecer, sequer consegui saber se permanece no mesmo lugar.
Reitero o pedido: se você tem notícias, por favor, repasse.
A seguir, trarei para este espaço outros aspectos das minhas leituras recentes sobre Patrimônio Cultural.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s