Plantas Medicinais na Estrada Real

Verena Brandão de Oliveira apresentou diversas plantas medicinais e comentou suas propriedades e características, bem como o processo de preparação para uso medicinal. Uma delas é a pimenta de macaco,como é popularmente conhecida, utilizada na África para o tratamento do diabetes. Está sendo testada em animais obesos.
Esclareceu que as plantas medicinais são divididas em três categorias. As exóticas são aquelas que, não sendo naturais do Brasil, foram para aqui transplantadas e se adaptaram.Importadas são as que, não existindo em nosso país, são trazidas para comercialização ou estudos.  A terceira categoria é a das plantas nativas, cujo uso remonta aos naturais da terra.
Entre as exóticas temos a babosa,a alcachofra, a calêndula e a melissa. Já para as importadas, como a valeriana,foram citados os locais que as utilizam e os objetivos. Nem todas foram internalizadas, ou seja, passaram por estudos e aprovação.
A palestrante informou que são pouquíssimas as plantas nativas que já tiveram seus efeitos comprovados. Nesta categoria foram citados o barbatimão, a carqueja, a flor do maracujá e o funcho.O Brasil, apesar da grande biodiversidade, ainda não conhece todas as suas plantas medicinais. Ela parte de um projeto que tem, entre suas metas, recuperar as informações sobre plantas que tiveram uso medicinal no passado, mas que foram esquecidas no decorrer do tempo. Num segundo momento, o grupo faz divulgação para despertar o interesse nas plantas e na preservação da natureza. Para isso, realizam eventos em parques e escolas.
Abordando os primeiros estudos sobre nossas plantas, lembrou que a partir da vinda da Corte Portuguesa, muitos viajantes estrangeiros aqui estiveram com o objetivo de analisar e descrever nossa terra. As descrições das plantas, muito minuciosas, representam a origem do estudo ao qual ela se dedica. Destacou Auguste de Saint Hilaire como um dos naturalistas que, tendo coletado e catalogado sete delas, levou amostras para a Europa, as quais estão depositadas em museu francês.
Além de Saint Hilaire, informou que diversos outros naturalistas percorreram o país, deixando obras literárias ou científicas que em muito contribuem para os trabalhos realizados na atualidade.Além disso, os viajantes observaram que os brasileiros não estavam preocupados com a preservação da natureza, chegando a ser surpreendente que algumas plantas tenham continuado a florescer no país até nossos dias. Entretanto, suspeita-se que em pouco tempo a nossa flora nativa estará irremediavelmente perdida. Para tanto estão contribuindo, além do descaso dos habitantes, a ação predatória das mineradoras.
Dando prosseguimento, apresentou alguns desenhos de Saint Hilaire ao lado de imagens atuais de plantas que estão sendo objeto de investigações, ressaltando que, naquela época, o pensamento dos naturalistas era de que os médicos deveriam investigar as práticas populares e incorporar os conhecimentos que fossem comprovados como eficazes.
Em 2009 foi realizada uma incursão por várias cidades mineiras no entorno da Estrada Real, para divulgar e distribuir o material que o grupo havia produzido, contendo informações sobre os estudos realizados. Em 2010 aconteceu o primeiro Encontro de Educadores da Estrada Real com o mesmo objetivo de divulgar e despertar a consciência preservacionista.
Encerrando a participação, Verena declarou que descobrir as plantas medicinais nativas do Brasil e valorizar o patrimônio natural e a biodiversidade, recuperando informações que atualmente são de conhecimento apenas dos mais velhos, são necessidades que movem as atividades do grupo ao qual pertence.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s