Arquivo da tag: Digitalização

Processo de geração de cópia virtual de documentos e objetos culturais.

Jornais mineiros do século XIX: um projeto de digitalização

Marina Camisasca e Renato Venâncio

Resumo
O presente artigo tem por objetivo apresentar o projeto Jornais Mineiros do Século XIX: digitalização, indexação e acesso, desenvolvido pelo Arquivo Público Mineiro, em parceria com a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa/Hemeroteca Histórica. O texto retrata as peculiaridades da formação e da guarda desse acervo, além de apontar possibilidades de pesquisa a partir dos jornais veiculados em Minas Gerais no século XIX. Procura-se também fazer uma reflexão sobre a importância do jornal como fonte para a pesquisa histórica.

Leia mais.

  • Share on Tumblr

Digitalização: experiência da Cinemateca Brasileira

A Cinemateca Brasileira esteve presente no Seminário Nacional de Digitalização Preservação e Difusão de Acervos Patrimoniais, representada pelo Coordenador de Preservação Professor Millard Schisler, acompanhado de dois membros da equipe: Fernando Fortes e Karina Seino.
O professor Millar abordou 10 questões para refletir antes de iniciar um projeto de digitalização:
1 – Porque Digitalizar;
2 – Quando Digitalizar;
3 – Plano de Preservação Analógica;
4 – Plano de Preservação Digital;
5 – Especificações Técnicas;
6 – Sistemas Empregados;
7 – Educação, Marketink e Difusão;
8 – Catalogação;
9 – Escolhas;
10 – Gerenciamento de Bens Digitais.
Fernando Fortes e Karina Seino falaram de projetos de digitalização da Cinemateca Brasileira.
Deixaram-nos, ainda, a sugestão de baixar a edição brasileira de O Dilema Digital, disponível neste endereço.
  • Share on Tumblr

Preservação e Difusão de Acervos Patrimoniais

Terminou hoje o Seminário Nacional de Digitalização eDifusão de Acervos Patrimoniais, promovido pelo Museu Imperial. Brevemente aspalestras estarão disponíveis no site, na seção dedicada ao Projeto DAMI –Digitalização do Acervo do Museu Imperial que pode ser conhecido nesteendereço.
A penúltima palestra foi do Professor Doutor Pedro Puntoni,Diretor da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin – Brasiliana USP. Discorreusobre o processo de constituição desta biblioteca digital e ressaltou anecessidade de envolvimento da sociedade, lembrando que a digitalização “não sóevita o estresse causado pelo manuseio do original como permite a ampliação doacesso que vai garantir que o acervo seja preservado”. Isto porque, se asociedade em geral não tem acesso, desconhece o acervo e não luta pela suapreservação. “Se eu guardar um tesouro e ninguém puder vê-lo, a próxima geraçãonão saberá que ele existe”, disse Pedro Puntoni.
Precisamos refletir sobre a mudança de paradigma relativo àpreservação dos acervos que estão sob a guarda dos nossos museus, arquivos ebibliotecas. Envolvendo a sociedade, os gestores serão chamados a responder aosseus anseios, no sentido de preservar estes bens culturais. Mas a sociedade sópode lutar por aquilo que conhece. A digitalização é a melhor maneira deampliar o conhecimento geral sobre a memória cultural que se encontra sob aguarda das instituições encarregadas de sua preservação.
  • Share on Tumblr

Digitalização: experiência …

Digitalização: experiência da Cinemateca Brasileira: A Cinemateca Brasileira esteve presente no Seminário Nacion… http://t.co/PoIyKBJD

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Share on Tumblr