Valéria Benatti Abraçou a Ideia

Durante o Show do Marcus Vinicius neste domingo, Valéria Benatti participou por telefone, ocasião em que reafirmou seu total apoio à campanha Abrace Esta Ideia. Convidada, aceitou representar seus ancestrais italianos nas comemorações do Centenário, em 2010, para lembrar os núcleos coloniais das cidades vizinhas e irmãs de Leopoldina. Valéria procede de Visconde do Rio Branco, tendo ligações de parentesco com os Minicucci e Vitoi de Argirita.

Mais uma vez agradecemos pela adesão da Valéria. Trabalhando em estreitas relações com Lúcia Horta, Secretária de Educação, Valéria Benatti lembrou que Educação e Cultura estão prontas para contribuírem com o evento comemorativo do Centenário da Colônia Agrícola da Constança.

Show do Marcus Vinicius

Hoje, 31 de maio, estivemos na Rádio Jornal durante o programa do Marcus Vinicius, ocasião em que pudemos conversar mais um pouco com o Secretário de Turismo, Esporte e Lazer, que ali esteve para conversar com os ouvintes sobre as atividades que está desenvolvendo. O amigo Gilberto Tony voltou a afirmar, como fizera em nossa reunião no dia 29, que a Secretaria aderiu à campanha Abrace Esta Ideia e que vai trabalhar pelo sucesso da comemoração do Centenário da Colônia Agrícola da Constança. Na oportunidade apresentou-nos ao Rodolfo Lima que imediatamente aderiu e já mencionou algumas atividades que poderá desenvolver para o evento.

Mais uma vez agradecemos ao Marcus Vinicius, pela adesão intempestiva à campanha, e por nos oferecer espaço para contato com seus ouvintes. E agradecemos também ao Gilberto Tony e ao Rodolfo Lima que prometeram trabalhar juntos para desenvolver o projeto do Centenário.

Leopoldinenses Abraçam a Ideia

Ontem, dia 29 de maio, tivemos o prazer de confirmar que os moradores de Leopoldina se mostram muito receptivos à ideia de comemorar o Centenário da Colônia Agrícola da Constança.
Fomos recebidos pelo Secretário de Turismo, Esporte e Lazer, o senhor Gilberto Tony, que não só abraçou a ideia com assumiu o compromisso de organizar as atividades, oferecendo a infraestrutura necessária para o evento. Ficou marcado um novo encontro para que o próprio Secretário visite a Colônia, conheça seus caminhos e a estrutura existente, de modo a elaborar um projeto e trabalhar pela operacionalização dos festejos.
De público apresentamos os nossos agradecimentos a adesão de tanta importância. Com a Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer engajada, a cidade de Leopoldina certamente fará uma comemoração à altura.
Agradecemos também pela boa receptividade que tivemos em conversa informal com a Diretora do Colégio Imaculada Conceição, a quem convidamos para a abraçar a ideia. Ela apresentará a proposta ao corpo docente e, se for aceita, serão desevolvidos projetos com os alunos.

Por que comemorar o Centenário da Colônia Agrícola da Constança?

A Colônia Agrícola da Constança foi uma das maiores do Estado de Minas e foi muito importante para Leopoldina. Os colonos mudaram a cidade. Aliás, em recente matéria da Revista Oriundi dizia-se que a imigração italiana mudou o mundo.

Qualquer um que conheça a história da imigração italiana, motivo inclusive de algumas novelas e filmes da TV, por ela se encantará com toda a certeza. E nós não apenas a conhecemos em parte. Nós crescemos vivenciando capítulos desta história e aprendendo a respeitar essa gente que vimos tirando da terra o sustento de suas famílias. Crescemos conhecendo e convivendo com alguns imigrantes e com muitos dos seus filhos e netos, pelos caminhos da Boa Sorte, pelos sítios do bairro da Constança e pelas ruas de Leopoldina.

E foi o respeito e o apreço por estes italianos e pela história da Colônia Agrícola da Constança que despertou nosso interesse em estudá-la.

Festa da Onça

Para os antigos moradores da região da Colônia, e de boa parte da cidade, a Festa anual realizada na Igreja de Santo Antônio, no Bairro da Onça, é lembrada com um misto de saudade e orgulho. Reunia, todo ano no mês de junho, um grande número de participantes, oriundos das propriedades da redondeza, pessoas que vinham da sede e de outras regiões do município. Era o ápice do convívio social para os colonos, que escolheram o pátio da Capela da Onça como lugar ideal para suas reuniões festivas.

Abrace esta Ideia

O que pretendemos com esta campanha?
– Simples, como simples é a própria frase. Queremos que as pessoas comemorem o Centenário da Colônia Agrícola da Constança.
Como ?
– Nós temos, aqui na cidade, as Faculdades Doctum, Unipac e Cefet.
Temos o Ginásio, o Colégio Imaculada, o Equipe e outras instituições de ensino que poderiam colocar o assunto em debate entre os alunos.
Vocês já imaginaram o quanto seria bom para a cidade se estes alunos (crianças, jovens e os universitários) conhecessem este capítulo da nossa história?
Quem não se orgulharia de saber que seus antepassados foram importantes para chegarmos à Leopoldina que temos hoje?
Temos o Clube do Moinho que promove suas festas. Que tal programar uma noite dançante para o início de abril de ano que vem, para marcar o Centenário? Quantos associados do Moinho são descendentes de imigrantes?
E o Brasília, com seus campeonatos? O de Peteca, por exemplo. O Clube Brasília poderia promover um torneio em comemoração do Centenário.
E o SESI ? Poderia fazer algo também.
E a Cooperativa de Leite? Ela poderia fazer algo para os seus associados, muitos deles, descendentes de imigrantes.
E a Cooperativa de Bordadeiras, que vende trabalhos na feirinha que funciona dentro da LAC? Poderia bordar algumas peças alusivas ao Centenário.
É nisto que pensamos quando falamos em ABRAÇAR A IDEIA.