1883: óbito de Maria do Carmo Monteiro de Barros

Segundo o Livro de Sepultamentos do Cemitério Público de Leopoldina relativo ao período  1880-1887, folhas 11, foi enterrada na sepultura 322, tendo falecido no dia 5 de janeiro de 1883, a senhora Maria do Carmo Monteiro de Barros.

Com seu marido João Ferreira da Silva, formou a Fazenda Desengano em terras que fizeram parte de sesmaria doada aos irmãos Fernando Afonso e Jerônimo Pinheiro Corrêa de Lacerda.

No jornal O Leopoldinense de 21 de janeiro de 1883 encontramos o obituário da Maria do Carmo filha ilegitima de Manoel José Monteiro de Barros (filho), como se vê na imagem abaixo.

11 opiniões sobre “1883: óbito de Maria do Carmo Monteiro de Barros”

  1. Olá! Eu gostaria, se possível, saber mais informações sobre José Maria Monteiro da Silva (nomeadamente quem são os pais) cc. Ana Joaquina. Teram sido pais de Maria da Conceição Monteiro da Silva (nascida 1860) cc. Procópio António da Costa. Obrigada.

    Gostar

  2. O que sei é: Maria do Carmo Monteiro de Barros foi filha de Manoel José Monteiro de Barros com Ana Joaquina de São José. Maria do Carmo Monteiro de Barros foi casada com João Ferreira da Silva. O casamento foi por volta de 1825. Eles moraram na Fazenda Desengano. Um dos filhos deste casamento, foi João Ferreira Monteiro da Silva, que nasceu em 1843 na Fazenda Desengano.

    Eu gostaria, se for possível, saber mais informações sobre João Ferreira da Silva, marido de Maria do Carmo Monteiro de Barros.

    João Ferreira Monteiro da Silva, casou-se, em 1ª núpcias, com Anna Lobo Leite Pereira, não tenho notícias se tiveram filhos ou não.
    João Ferreira Monteiro da Silva, casou-ser, em 2ª núpcias, com Eliza Josephina Augusta de Castro, com quem tiveram 3 filhos: Elza Ferreira de Castro, Maria da Conceição Ferreira de Castro Monteiro e Achiles Ferreira de Castro Monteiro.
    Achiles Ferreira de Castro Monteiro casou-se com Evangelina de Castro Rezende, que nasceu na Fazenda Paraíso.

    Então gostaria de saber sobre Antônio José Monteiro de Barros, pois ele deve ser um ancestral de Evangelina de Castro Rezende.

    Eu sou neto de Achiles Ferreira de Castro Monteiro e de Evangelina de Castro Rezende. Sei que meus avós eram primos.

    Gostar

    1. Olá Carlos: não conseguimos encontrar o batismo de Maria do Carmo e informações orais dão conta de que ela era filha ilegítima do Visconde de Congonhas do Campo, Lucas Antonio Monteiro de Barros, irmão de Manoel José Monteiro de Barros. Também não encontramos o casamento de Maria do Carmo com João Ferreira da Silva nem batismos dos filhos.
      Sobre Antonio José Monteiro de Barros, sabemos apenas que ele foi o usuário da sesmaria doada ao irmão dele, José Maria, e que mais tarde fez algumas trocas e adquiriu a área onde foi formada a Fazenda Paraíso que não mais lhe pertencia no final da década de 1850. Temos notícia de dois filhos dele: José Augusto cc Gertrudes Soriano e com Rita Vidal Leite Ribeiro; e Maria da Conceição cc João Vidal Leite Ribeiro. Não temos informações sobre casamento de Achiles Ferreira de Castro Monteiro.

      Gostar

  3. Gostaria de saber mais informações sobre minha trisavó Maria do Carmo Monteiro de Barros e, também, sobre o Sr. Antônio José Monteiro de Barros e a Fazenda Paraíso.

    Gostar

      1. Bom dia

        Meu avô, Francisco Maciel Werneck foi nascido em Leopoldina. Não tenho muitas informações, mas se souberem e puderem, por gentileza me dar algumas informações, ficaria muito agradecido.

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s