Enredo, Letra do Samba e Imagens do desfile do

Bloco Unidos do Pirineus no carnaval de Leopoldina 2010

Mineira Gostosa (Leopoldina somos nós)

O enredo do Pirineus vem falando de Leopoldina, mas sem a pretensão de querer contar toda a história da cidade. Na verdade o enfoque é o povo leopoldinense. A exemplo do resto do Brasil, Leopoldina foi formada e se desenvolveu através da contribuição de diversos povos. Os índios Puris, Coroados e Caporés, seus primeiros habitantes, expulsos e dizimados pelos bandeirantes. O negro escravo que no trabalho exaustivo das lavouras de café fez Leopoldina crescer economicamente. O imigrante português, espanhol, sírio, e principalmente os italianos que vieram substituir o braço negro e que muito influenciaram e influenciam através de seus descendentes nos destinos da cidade.

  Painel em homenagem aos Imigrantes

O Pirineus presta uma homenagem no ano do centenário da Colônia Agrícola da Constança a esses pioneiros. Nosso enredo é uma exaltação, não as tradicionais figuras históricas, mas a esse povo simples que com seu trabalho tira da terra o sustento e contribui para sermos o que somos. Exalta nossos artistas, sejam eles pintores, escultores, cantores, músicos. Nossos atletas do futebol, da natação, do ciclismo, das artes marciais, do vôo livre entre outros, que com ou sem apoio elevam o nome da cidade. Aos voluntários sociais, enfim a todos os leopoldinenses nascidos ou não aqui, mas que apesar de todos os problemas que enfrentam, amam essa terra.

     
Alegoria em homenagem aos imigrantes  

Conheça a letra do samba

Autora: Maria José Baía Meneghite

 

Canta Pirineus

Nossa cidade, sua gente de valor

Canta Pirineus

Pois o seu canto é uma exaltação de amor!

 

Eu viajei

 

Viajando pela história

Fui descobrindo a saga dos desbravadores

Bravos imigrantes

Aqui plantaram o progresso e seus amores.

 

Os índios que habitaram nossas terras

O bravo negro que a mãe terra cultivou

Aqui deixaram sua marca e tradição

E aconteceu a grande miscigenação.

 

A música embala nossos sonhos

Somos amantes dos esportes em geral

Temos ciclismo,capoeira e natação

O  Kung-Fu,  o Karatê e o futebol.

 

Salve salve o nosso povo

Salve o nosso carnaval

Pirineus é muito samba e muito amor!

A bateria nota mil que dá um show

Nossos agradecimentos a

Luiz Otávio Meneghetti, editor do jornal Leopoldinense, que publica nossa coluna sobre a Colônia Agrícola da Constança;

A Maria José Baia Meneghetti, nossa companheira na Academia Leopoldinense de Letras e Artes, pela belíssima letra do samba enredo;

Ao Luciano Baia Meneghetti, cartunista do jornal Leopoldinense, pelas alegorias exaltando os nossos imigrantes;

Ao João Gabriel Baia Meneghetti, administrador do jornal Leopoldinense, pelas fotografias e o vídeo do desfile, e o apoio que sempre nos oferece;

Aos dirigentes do Bloco Unidos do Pirineus, por terem abraçado a ideia de comemorar o Centenário da Colônia Agrícola da Constança.

 

Outras notícias do carnaval 2010 de Leopoldina 

 

Creative Commons License

Todos os textos e imagens utilizados no resgate da história da Colônia Agrícola da Constança

estão sujeitos a licença de uso: Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 License.