Arquivo da tag: Sangirolami

Sobrenome de família imigrante que viveu em Leopoldina.

Dezembro 1918

Nascimentos em Leopoldina:

1 Dez 1918,

Luciana Sangirolami

pais: Egidio Sangirolami e Pierina Mariana Borella


13 Dez 1918,

Luzia Borella

pais: César Augusto Borella e Hercilia Franzone


14 Dez 1918,

Lia

pais: Eduardo de Souza Werneck e Cecilia Pereira Werneck


18 Dez 1918,

Mário Soares Godinho

pais: Climério Duarte Godinho e Maria Soares

cônjuge: Helena Rodrigues de Almeida

Camelia

pais: Cristiano Otoni de Oliveira e Ezaltina Barbosa de Oliveira


22 Dez 1918,

Geraldo

pais: Sebastião Vargas Moraes e Djanira de Almeida Lacerda


31 Dez 1918,

Anastacio

pais: José Vitorino de Almeida e Leonor Pereira de Oliveira

  • Share on Tumblr

Fevereiro de 1918

Nascimentos em Leopoldina

1 Fev 1918,

Argemira

pais: Alvaro de Souza Lima e Maria Augusta Guimarães

Lillo Codo

pais: Alfredo Codo e Luiza Teresa Napolitano

Sebastião Cecilio Marinato

pais: Vincenzo Sante Marinato e Maria Francisca de Jesus


2 Fev 1918,

Antonio

pais: Moisés dos Reis Coutinho Filho e Adelaide Ferreira Brito

Junis Botelho Falcão

pais: Luiz Botelho Falcão V e Ernestina Antunes Barbosa


3 Fev 1918, Ribeiro Junqueira,

Manoel

pais: Mário Alcântara e Carolina de Jesus


6 Fev 1918,

João Bonin

pais: Jacinto Bonin e Marcelina Colle

cônjuge: Maria da Conceição Moreira

Anselmo Deiana

pais:

Enrico Deiana e Silvia Basto Fazzolo


9 Fev 1918,

Antonio Cucco

pais: Giuseppino Cucco e Carolina Farinazzo

cônjuge: Ermelinda Sangirolami


18 Fev 1918,

Manoel de Freitas Ramos

pais: José Carlos de Oliveira Ramos e Geraldina de Freitas

cônjuge: Minah Freitas de Oliveira


19 Fev 1918,

Iracema do Vale

pais: João Rodrigues da Silva Vale e Odilia Dutra do Vale

cônjuge: Vicente Dietz de Almeida


27 Fev 1918,

Ruth Garcia

pais: Silvandino Funchal Garcia e Esmenia Ferreira

cônjuge: José Ribamar de Freitas

  • Share on Tumblr

Descendentes de Sante Pengo

A pedido de visitante do site, apresentamos um quadro de descendentes dos italianos Sante Pengo e Felicità Antonia Spizzolatta, com as datas e locais de nascimento que encontramos.

O casal pode ter passado ao Brasil por volta de 1888 e vivido em Leopoldina, segundo indicam os batismos dos quatro primeiros filhos. Após o batismo de Sebastiana, em março de 1897, a família teria ido para a Itália e logo depois retornado, conforme se depreende de um registro na Hospedaria Horta Barbosa de setembro de 1897. Este procedimento aconteceu com várias famílias. Entretanto, o que nos surpreende é o pequeno intervalo de tempo entre o batismo da criança, a viagem para a Itália e o retorno.

No registro da entrada no Brasil em 1897, consta que saíram da Hospedaria no dia 24 de setembro com destino a Ponte Nova, MG. Algum tempo depois, estavam de volta a Leopoldina, onde nasceu e foi batizado o filho caçula, em 1903.

O estudo sobre a família é bastante difícil pelas profundas alterações sofridas nos nomes dos componentes e por não contarmos com pistas que permitam ampliar as buscas.

  • Share on Tumblr

Leopoldinenses nascidos em novembro de 1917

1 de novembro

Carlos Panza, filho de Francesco Panza e Maria Lammoglia

10 de novembro

Itamar, filho de Ezaú de Lacerda Leal e Maria José de Almeida

13 de novembro

Natalina Lorenzetto, filha de Emilio Lorenzetto e Angela Saggioro

17 de novembro

Palmira dos Santos Carraro, filha de Sante Carraro e Erondina Angélica da Conceição

20 de novembro

Maria de Lurdes, filha de Ismael Bento da Rocha e Ana Vargas Corrêa

25 de novembro

Maria Natalina Sangirolami, filha de Giovanni Sangirolami e Giustina Borella

28 de novembro

Maria, filha de Joaquim Vieira Ramos e Olinta Schettino de Souza

 

 

 

  • Share on Tumblr

Leopoldinenses nascidos em junho de 1917

2 de junho

Maria da Conceição Bolzoni, filha de Angelo Giovanni Bolzoni e Maria Fernandes

José Longordo, filho de Pedro Antonio Longordo e Francesca Lammoglia

14 de junho

Antonio Sangirolami, filho de Egidio Sangirolami e Pierina Mariana Borella

18 de junho

Helio Cobucci, filho de Gaspar Cobucci e Maria Teresa Monteiro Galvão de São Martinho

26 de junho

Sebastião Gottardo, filho de Michele Antonio Gottardo e Vitaliana Duana

 

  • Share on Tumblr

Família Ceoldo

Embora o sobrenome Ceoldo não apareça entre os proprietários de lotes da Colônia Agrícola da Constança, membros da família ali viveram em função de vínculos com os colonos. E são aqui rememorados porque o núcleo inicial também passou ao Brasil pelo vapor Washington, na viagem que os trouxe para o Rio, onde chegaram no dia 30 de outubro de 1888. Os passageiros foram encaminhados para a Hospedaria Horta Barbosa, onde foram registrados no dia seguinte.

O grupo de número 121 era composto por Camillo Ceoldo, sua esposa Maria e oito filhos. Deixaram a Hospedaria no dia 4 de novembro, com destino a Leopoldina. Ao estudarmos a trajetória deles, encontramos algumas inconsistências nas informações registradas na hospedaria, bem como nos registros encontrados em Leopoldina. Após consultas ao Archivio di Stato de Padova, pudemos confrontar as diversas informações e estabelecer, com mais segurança, a composição da família. Ainda assim, não consideramos como definitiva a atualização abaixo, que se publica em complemento ao primeiro estudo datado de janeiro de 2001.

Conforme se verifica no relatório acima, em Leopoldina os Ceoldo se vincularam a diversos outros sobrenomes de origem italiana como Estopazzale, Righetto, Farinazzo, Saggioro, Marcatto, Marinato, Meneghetti, Formenton, Sangalli, Sangirolami, Carraro, Stefani, Fofano, Gallito e Baldan.

Este último, além de ser o sobrenome da esposa de Camillo Ceoldo, era também de uma passageira do Washington listada como viajante individual, de nome Catterina Baldan que ali foi indicada como solteira, com 24 anos, e que saiu da Hospedaria no dia 4 de novembro para se estabelecer no próprio município de Juiz de Fora. Mas parece tratar-se da irmã de outra Maria Baldan que era casada com Pasquale Righetto, família que também viajou pelo Washington. Catterina casou-se em Leopoldina, aos 13 de julho de 1889, com Giuseppe Carrara (ou Carraro).

  • Share on Tumblr

Centenário de Nascimento

Nascidos no município de Leopoldina

02 fev 1917

Maria Antonia Rodrigues Vargas

Pai: Antonio Vargas Ferreira

Mãe: Olivia Rodrigues da Silva


04 fev 1917

Maria Sebastiana Cucco

Pai:                          Giuseppino Cucco

Mãe:                        Carolina Farinazzo


08 fev 1917

Albina

Pai:                          Francisco José Botelho Falcão

Mãe:                        Ana Maria de Oliveira Ramos

Geraldo

Pai:                          Pedro José de Moraes

Mãe:                        Joana Maria de Jesus


09 fev 1917

Eleonor Veronica Anzolin

Pai:                          Giovanni Ottavio Anzolin

Mãe:                        Rosa Pasianot

José Bolzoni

Pai:                          Pietro Bolzoni

Mãe:                        Tereza Stievano


11 fev 1917

Ruy Tavares Rodrigues

Pai:                          Antonio Germano Rodrigues

Mãe:                        Maria Dietz Tavares


12 fev 1917

Ana de Angelis

Pai:                          Otavio de Angelis

Mãe:                        Amalia Calzavara

Noêmia Almeida

Pai:                          Francisco Rodrigues de Almeida

Mãe:                        Dionízia de Moraes Lima


16 fev 1917

Isolina Meneghetti

Pai:                          Agostino Meneghetti

Mãe:                        Camila Stefani


19 fev 1917

Maria Ana Sangalli

Pai:                          Angelo Giulio Sangalli

Mãe:                        Carolina Sangirolami


24 fev 1917

Sebastião Matos

Pai:                          José de Matos

Mãe:                        Maria Carolina Ferreira do Couto


26 fev 1917

Wilson

Pai:                          Abdon Saraiva Carvalho

Mãe:                        Filomena Gonçalves


27 fev 1917

Antonio Casadio

Pai:                          Giuseppe Casadio

Mãe:     Carlota Maria da Conceição

  • Share on Tumblr

29 de dezembro de 1916

Há 100 anos nasceu, em Leopoldina,

Maria Sangirolami

filha de

Pietro Sangirolami

e de

Paschoa Bonini

  • Share on Tumblr

Março de 1916

Há 100 anos nasceram em Leopoldina:

2 mar 1916

Cecilia Lammoglia

filha de Francisco Alves Lammoglia e de Luiza Guersoni

3 mar 1916

José

filho de Cristino Machado Dias e de Maria da Conceição Cabral

4 mar 1916

Stella Ramos Cerqueira

filha de Garibaldi Cerqueira e de Laura Ramos

5 mar 1916

Luiz Marcatto

filho de Alessio Fortunato Marcatto e de Rosa Elisa

8 mar 1916

Angelina Ana Sangirolami

filha de Egidio Sangirolami e de Pierina Mariana Borella

8 mar 1916

Maria Helena

filha de Plautino Dias Soares e de Carmelita Tavares Pinheiro

9 mar 1916

José de Oliveira Vargas

filho de Josué Vargas Neto e de Maria Antonia de Oliveira

10 mar 1916

Maria de Lourdes

filha de Francisco Elizio Bento da Rocha e de Laura Ferreira de Andrade

14 mar 1916

Euclides

filho de Honorio Luiz da Silva e de Leonor Ferreira

17 mar 1916

Astrogilda

filha de Eduardo Pires Barbosa e de Francisca Barbosa de Moraes

24 mar 1916

Braz Schettino

filho de Biaggio Schettino e de Maria Rosa Lammoglia

26 mar 1916

Guiomar

filha de Carlo Cosini e de Joaquina Teixeira Aguiar

27 mar 1916

Alfredo Fofano

filho de Carlo Batista Fofano e de Amabile Stefani

29 mar 1916

Luiza Capdeville

filha de Nestor Capdeville e de Luiza Erminia Botelho

31 mar 1916

Esmeraldina

filha de Antonio Alves de Oliveira e de Maria José do Nascimento

31 mar 1916

Arcanjo Miguel Gottardo

filho de Giovanni Battista Gottardo e de Costantina Meneghetti

  • Share on Tumblr

4 de janeiro de 1916

Há 100 anos nascia em Leopoldina

Geraldo Sangirolami

filho de

Giovanni Sangirolami

e de

Giustina Borella

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Share on Tumblr