Arquivo da tag: Raipp

Sobrenome de família imigrante que viveu em Leopoldina.

Colônia Agrícola da Constança: 108 anos

Lotes da Colônia Agrícola da Constança
  • Share on Tumblr

Leopoldinenses nascidos em dezembro de 1912

NASCIMENTO
PAI
MÃE
Maria
5 Dezembro
Carlos Lopes da Rocha
Carmosina Maria de Jesus
Zelia Richardelli
7 Dezembro
Luigi Richardelli
Maria Perdonelli
Moacyr
12 Dezembro
Antonio de Lacerda Leal
Antonia Amalia de Aguiar
João Batista
13 Dezembro
Artur Guimarães Leão
Iramira Furtado
Iracema
15 Dezembro
João Gonçalves Pereira Filho
Ernestina Gonçalves Nogueira
Irene
15 Dezembro
João Gonçalves Pereira Filho
Ernestina Gonçalves Nogueira
Joaquim Custódio Guimarães
21 Dezembro
Martinho de Campos Guimarães
Ercilia Furtado
Maria Madalena
21 Dezembro
José Antonio dos Santos
Maria Pereira de Alencar
Tomé Raipp
21 Dezembro
João Simão Raipp
Francisca Maria de Aguiar
Ricart
24 Dezembro
Saturnino Ribeiro de Melo
Carolina Guersoni
Angela
26 Dezembro
Alipio Ribeiro Macieira Filho
Adalgisa Minelli
José Guersoni Lammoglia
30 Dezembro
Francisco Alves Lammoglia
Luiza Guersoni
  • Share on Tumblr

Outubro de 1910 na Colônia Agrícola da Constança

Em outubro de 1910 foram assinados contratos de venda de quatro #lotes da #Colônia Agrícola da #Constança. Provavelmente só um destes colonos permaneceu em Leopoldina.

O colono identificado como Henrique Mihe, que assinou o contrato do lote 30 no dia 5 de outubro de 1910, deve tê-lo abandonado logo depois, já que o mesmo lote aparece como de propriedade de Giovanni Lupatini em relatórios de anos posteriores.

No dia 19 de outubro os imigrantes Rudolf Rottemberg e João Jorge Klaiber assinaram contratos para compra dos lotes 44 e 48 respectivamente. Nos dois casos era a segunda venda. O lote 44 tinha sido vendido no dia 27 de janeiro para Franz Schaden, que o abandonou dois meses depois. Já o lote 48 tinha sido vendido em dezembro de 1909 para Franz Negedlo, que dele saiu em agosto de 1910. Até o momento não encontramos indicadores de que os segundos compradores tenham permanecido na Colônia. Pode ser que os nomes tenham sido tão profundamente modificados que não permitiram vincular outras referências porventura existentes.

O último contrato de outubro de 1910 foi assinado no dia 20 por João Simão Raipp e se refere ao lote 22, que foi revendido antes da emancipação da Colônia em 1921. O colono Raipp foi casado com Francisca Maria de Aguiar, com quem teve pelo menos os filhos Maria da Luz e Tomé.

  • Share on Tumblr

Reiff e Raipp

on Wednesday, June 24, 2009 at 11:57:48
—————————————————————————

nome: Alexandre Janini

cidade: São Carlos

estado: SP

observacoes: Olá, bom dia.

Sou descendente de Teófilo (Theophilo) Reiff e estou pesquisando minha ascendência na internet. Encontrei o seu site e vi em uma das páginas o que me parece ser uma grafia alternativa para o sobrenome, Raipp. Gostaria de confirmar se é isso mesmo.

Mais especificamente, estou procurando a ascendência a partir de Franz Anthon Reiff, n c.1809 na Suíça; f. 1873 em Laranjal, MG.

Agradeço qualquer informação.

Alexandre

—————————————————————————

Os dois sobrenomes – Reiff e Raipp – aparecem nos Relatórios da Colônia Agrícola da Constança. O primeiro refere-se a Francisco Antonio Reiff Júnior, que tomou posse do lote número 17 no dia 15 de julho de 1910. Pelo que foi possível apurar, seria filho de Franz Anton Reiff e foi casado com Mariana Mendes do Vale. Entretanto, em 1890 há um Francisco Antonio Reiff no distrito de Santa Isabel, hoje Abaíba. Não sabemos se seriam apenas homônimos.

O outro sobrenome é de João Simão Raipp, morador do lote número 22 a partir de 20 de outubro de 1910. Era casado com Francisca Maria de Aguiar, com quem teve os filhos Maria da Luz (1911) e Tomé (1912).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Share on Tumblr