Arquivo da tag: Pires

Sesquicentenário de Nascimento

No dia 23 de março de 1867 nasceu, em Leopoldina, Firmino Augusto Rodrigues. Era filho de João Rodrigues da Silva e Mariana Custódia de Moraes, neto paterno de Manoel Rodrigues da Silva e Ana Bernardina de Almeida e neto materno de José Vital de Moraes e Umbelina Cassiano do Carmo.

Firmino casou-se, no dia 5 de março de 1889, com Francisca de Assis Pires, também natural de Leopoldina onde nasceu no dia 4 de outubro de 1869, filha de Joaquim Garcia de Matos e Emerenciana Maria de Jesus, sendo neta paterna de José Garcia de Matos e Rita Maria de Almeida e neta materna de Simpliciano Garcia de matos e Emerenciana Maria de Jesus.

Firmino e Francisca eram, pois, descendentes de famílias provenientes da Serra da Ibitipoca que vieram para o Feijão Cru na primeira metade do século XIX.

Firmino e Francisca tiveram, pelo menos, os filhos gêmeos Manoel e Sebastião em 1889 e Zulmira de Oliveira Rodrigues, nascida em 1891.

 

  • Share on Tumblr

54 – Barroso Júnior: a família e as atividades

logomarca da coluna Trem de História

Pouco tempo depois de chegar a Leopoldina, Barroso Júnior casou-se, no dia 26 de setembro de 1927, em Aparecida do Norte (SP), com Maria Aparecida de Azevedo Barroso, filha de Manuel Gonçalves de Azevedo e Ana Eugênia Pires.

Maria Aparecida era neta materna de Maria da Glória de Castro, filha de Maria Antonina e de João José Dutra, que em 1875 era subdelegado em Leopoldina. E neta paterna de Ana Eugenia Duarte e José Joaquim Pires, filho de outro do mesmo nome que se estabelecera no Feijão Cru na primeira metade do século XIX, sendo citado como exportador(1) de aves para a província do Rio de Janeiro já em 1841.

Do casamento de Barroso Júnior com Maria Aparecida nasceram três filhas: Eleonora Beatriz, Glória Maria (Acadêmica da ALLA) e, Stela Natalina.

Barroso Júnior e Maria Aparecida

Como funcionário público, sabe-se que em 1955 Barroso Júnior pertencia ao quadro de técnico de Educação, interino, do Ministério da Educação e Cultura, conforme o Diário Oficial da União(2). Em maio do ano seguinte, pela Portaria nº 197, de 21.05.56, do MEC, estava lotado no Instituto Nacional de Surdos-Mudos(3) e foi designado para, durante seis meses, prestar apoio à Fundação Catarinense de Educação Especial(4) e ao Instituto de Surdos Mudos de Florianópolis (SC).

A título de cooperação do Ministério(5) com a administração do Município de Leopoldina, o Ministro Clóvis Salgado o designou para proceder a estudo para organização do Departamento de Cultura na cidade, conforme Portaria nº 97, de 05.03.59. E como procurador da Prefeitura, em 23 de outubro de 1959 ele assinou acordo com o MEC e a Campanha Nacional de Educação para construção de quadra de basquete e voleibol no centro da cidade(6). Ainda como funcionário do MEC, foi nomeado pelo Ministro Clóvis Salgado como primeiro Diretor da Biblioteca Municipal de Leopoldina que foi então instalada em parte do segundo andar do Colégio Estadual Professor Botelho Reis. Biblioteca que, sob sua orientação, buscava ir além das estantes de livros, oferecendo cultura geral aos usuários através de revistas, jornais obras de arte e peças antigas.

João Barroso Pereira Junior faleceu no Rio de Janeiro(7) em 04.01.1963 e foi sepultado em Leopoldina.

O Trem de História faz uma pequena pausa. Mas promete seguir a viagem na próxima edição do Jornal contando um pouco sobre a vida do escritor. Aguardem.


Fontes consultadas:

(1) Registro do Porto Novo do Cunha, Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro, Lv 1841-1842, fls 5, indice 133, conhecimento nr 428.

(2) Diário Oficial da União (DOU) • 26/07/1955 • Seção 1 • p. 29. Processo nr. 0 65.685-55 Disponível em <http://zip.net/bws7fG>. Acesso em 18 nov. 14

(3) idem • 25/05/1956 • Seção 1 • p. 23. Processo nr. 8.025-55 Disponível em < http://zip.net/bjs7z9> Acesso em 18 nov. 14.

(4) DESTRI, Débora Silva (Org.) Caderno Técnico do Centro de Avaliação e Encaminhamento – 2008. p.13. Disponível em < http://zip.net/bns7MZ>. Acesso em 01.12.14.

(5) Diário Oficial da União (DOU) • 13/03/1959• Seção 1 • p. 25. Portaria 97 de 05/03/1959. Disponível em <http://zip.net/bbs7xl>. Acesso em 30 nov. 14.

(6) Diário Oficial da União (DOU) • 24/10/1959• Seção 1 • p. 33. Termo de Acordo. Disponível em <http://zip.net/bks7DX>. Acesso em 30 nov. 14.

(7) Cemitério Nossa Senhora do Carmo, Leopoldina, MG, lv sepultamentos 1963-1975 fls 1 nr 10 plano 1 sep 16.

Luja Machado e Nilza Cantoni – Membros da ALLA

Publicado no jornal Leopoldinense de 01 de agosto de 2016

Personagens Leopoldinenses: série Barroso Júnior

53 – Barroso Júnior: o Cidadão 

55 – Barroso Júnior: o escritor 

56 – Barroso Júnior na visão de terceiros 
  • Share on Tumblr

Sesquicentenário de nascimento: abril

Há 150 anos nasceram em Leopoldina:

3 abr 1866

Baldoino filho de Vicente Rodrigues Ferreira e de Luciana Francelina da Anunciação

4 abr 1866

Silvano José da Cruz Nogueira filho de Antonio José da Cruz Nogueira e de Ana Maria da Conceição

6 abr 1866

Antonio Marcelino de Brito filho de Joaquim Antonio de Brito e de Mariana Cândida de Jesus

Em Piacatuba, Leopoldina, MG, no dia 7 abr 1866

Lindolfo filho de Manoel Antonio da Rocha e de Mariana Esméria de São José

11 abr 1866

Virgolino filho de Justino Corrêa de Lacerda e de Mariana Balbina de Lacerda

12 abr 1866

Antonio filho de José Tomaz Dutra e de Maria do Carmo Teixeira Marinho

17 abr 1866

Virgilina filha de Francisco José Pires e de Ana Margarida de Jesus

25 abr 1866

Ambrosina filha de Leopoldo de Vargas Corrêa e de Carolina Leopoldina do Sacramento

Em Piacatuba, Leopoldina, MG, no dia 27 abr 1866

Antonio Batista Ladeira filha de Antonio Carlos Ladeira e de Flavia Honória da Assunção

  • Share on Tumblr

Descendentes de José de Rezende Montes

Atualização da pesquisa genealógica deste tronco, encabeçado pelo décimo segundo filho do povoador Bernardo José Gonçalves Montes.

1 José de Rezende Montes b: 1843

… + Tereza Joaquina de Jesus

……2 José Carlos de Rezende Montes b: Abt. 30 out 1865 in Piacatuba, Leopoldina, MG

……  + Petronilha de Oliveira Pires m: 09 fev 1891 in Providência, Leopoldina, MG

………3 José b: 22 ago 1892 in Providência, Leopoldina, MG

………3 Ricardina b: 01 out 1894 in Providência, Leopoldina, MG

………3 Regina b: 22 fev 1895 in Leopoldina, MG

………3 Alberto b: jan 1897 in Providência, Leopoldina, MG

………3 Maria b: 15 out 1898 in Leopoldina, MG

………3 Eugenio b: 15 abr 1907 in Leopoldina, MG

………3 Sebastião b: 08 fev 1910 in Leopoldina, MG

……2 Moysés de Rezende Montes b: 12 dez 1867 in Piacatuba, Leopoldina, MG, d: 14 jan 1935 in Leopoldina, MG

……  + Baldoina Brasilina de Oliveira d: Aft. 1935

………3 Maria b: 25 dez 1893 in Providência, Leopoldina, MG

………3 Ercilia de Rezende Montes b: 29 ago 1895 in Providência, Leopoldina, MG

……… + Biaggio Conti b: Abt. 1893 in Maratea, Potenza, Basilicata, Italia, m: 22 jun 1925 in Leopoldina, MG

………3 Aristóbolo b: 01 mai 1898 in Leopoldina, MG; São Lourenço

………3 Julieta b: 16 jun 1900 in Leopoldina, MG

………3 Francisca b: 23 abr 1902 in Leopoldina, MG

………3 Luiza Montes b: 19 ago 1911 in Leopoldina, MG, d: 10 set 2002 in Leopoldina, MG

……… + Murilo Rodrigues Pinto b: 28 set 1907 in Leopoldina, MG, m: 07 fev 1929 in Leopoldina, MG, d: 13 abr 1987 in Leopoldina, MG

…………4 Maria Luiza Pinto b: 26 jan 1955 in Leopoldina, MG

………… + José Antonio da Silva Oliveira b: in Recreio, MG, m: in Leopoldina, MG

……………5 Leonardo Pinto Oliveira b: 26 jun 1975 in Leopoldina, MG

  • Marcilene da Silva Almeida b: in Leopoldina, MG, m: in Leopoldina, MG
  • Fernanda Pinto Oliveira b: in Leopoldina, MG
    • Leonardo Rodrigues b: in Leopoldina, MG, m: in Leopoldina, MG

………………6 Thaíssa Oliveira Rodrigues b: in Leopoldina, MG

……………5 Leandro Pinto Oliveira b: in Leopoldina, MG

………3 Mogarino Rezende Montes b: Abt. 1916, d: 04 jul 1919 in Leopoldina, MG

………3 Dinalda b: 03 jun 1919 in Leopoldina, MG

………3 Geraldina b: 06 jan 1914 in Leopoldina, MG

……2 Querina Matilde de Oliveira Montes b: 04 jun 1869 in Leopoldina, MG

……  + Emilio Carlos de Oliveira b: 15 jan 1864 in Leopoldina, MG, m: 12 out 1888 in Leopoldina, MG

………3 Horacio b: 05 fev 1890 in Leopoldina, MG

………3 Clotildes b: 25 jul 1891 in Providência, Leopoldina, MG

………3 Maria Tereza Montes b: 26 mai 1893 in Providência, Leopoldina, MG

………  + Virgilio José Ferraz b: Abt. 1884, m: 26 dez 1912 in Leopoldina, MG

…………4 Gasparina b: 22 set 1913 in Leopoldina, MG

…………4 Querina b: 22 set 1918 in Leopoldina, MG

…………4 Geralda b: 13 nov 1920 in Leopoldina, MG

………3 Perciliano Carlos de Oliveira b: 11 mai 1895 in Providência, Leopoldina, MG

………  + Eliza Rodrigues dos Santos m: 03 nov 1917 in Leopoldina, MG

………3 Graziela b: 23 fev 1897 in Providência, Leopoldina, MG

………3 Olivia Eulália de Oliveira b: 09 dez 1898 in Providência, Leopoldina, MG

……… + Alfredo Fontanella b: Abt. 1895 in Strona, Biella, Torino, Piemonte, Italia, m: 09 dez 1916 in Leopoldina, MG

…………4 Antonio Fontanella b: 04 ago 1917 in Leopoldina, MG

…………4 Augusto Fontanella b: 30 mai 1919 in Leopoldina, MG

………3 João b: 1900 in Leopoldina, MG

………3 Sebastião Carlos de Oliveira b: Abt. 1900, d: 09 ago 1917 in Leopoldina, MG

………3 Honorina b: 08 out 1904 in Leopoldina, MG

………3 Enelice b: 24 nov 1905 in Leopoldina, MG; São Lourenço

………3 Francisco b: 05 fev 1907 in Leopoldina, MG

………3 Maria Ana b: Abt. 1908 in Leopoldina, MG

………3 Antonio b: 10 jan 1909 in Leopoldina, MG

………3 Virgilio b: 05 mar 1911 in Leopoldina, MG

………3 Lourença b: 16 mai 1912 in Leopoldina, MG

………3 Adeodato b: 16 set 1917 in Leopoldina, MG

……2 Belarmino G. de Rezende b: Abt. jun 1871 in Piacatuba, Leopoldina, MG, d: 12 ago 1912 in Leopoldina, MG

……2 Auriel de Rezende Montes b: 02 nov 1874 in Piacatuba, Leopoldina, MG

……  + Ambrosina Francisca Coelho dos Santos b: Oliveira, MG, m: 24 abr 1895 in Leopoldina, MG

………3 Tereza b: 18 jul 1901 in Leopoldina, MG; São Lourenço

………3 Sebastião b: 01 mai 1903 in Leopoldina, MG

………3 Arina b: 08 dez 1906 in Leopoldina, MG

………3 Graziela b: 25 abr 1908 in Leopoldina, MG

……2 Honorina de Rezende Montes b: 08 jun 1876 in Piacatuba, Leopoldina, MG

……2 Leonidia de Rezende Montes b: Abt. 1879

…… + Albino Batista Fernandes b: Abt. 1878 in Coimbra, Portugal, m: 05 fev 1902 in Tebas, Leopoldina, MG

………3 Helena Montes Batista b: 05 ago 1907 in Leopoldina, MG, d: 28 jan 1949 in Rio de Janeiro, RJ

……… + José Augusto Cotta de Menezes Corte Real b: 20 abr 1867 in Ilha Terceira, Açores, Portugal, d: 12 jul 1946 in Cataguases, MG

…………4 Helena Corte Real b: in Cataguases, MG

…………  + José Raimundo Reis da Silva b: 22 jul 1938 in Parnaíba, PI, d: 28 mai 2011 in Brasília, DF

……2 Dulcimira Tereza de Rezende Montes b: 31 jul 1880 in Leopoldina, MG, d: 09 ago 1898 in Providência, Leopoldina, MG

…… + Abílio José Barbosa b: 25 mar 1874 in Piacatuba, Leopoldina, MG, m: 14 ago 1897 in Providência, Leopoldina, MG, d: 28 nov 1915 in Leopoldina, MG

………3 Abílio José Barbosa filho b: 19 jul 1898 in Leopoldina, MG; São Lourenço, d: 07 ago 1899 in Leopoldina, MG

……2 Otávio de Rezende Montes b: 30 mar 1882 in Leopoldina, MG

……  + Albina Clara Fernandes

………3 José Rezende Montes b: 04 set 1919 in Leopoldina, MG

………3 Albino Montes b: in Vista Alegre, Cataguases, MG

………  + Maria Denis Leite

…………4 Herminia Montes

………  + Jovercino Felix de Oliveira

…………4 Nice Helena

…………4 Carlos Augusto

…………4 Antonio Otavio

…………4 Helenice

…………4 Maria Lucia

…………4 Denise

…………4 Deise

…………4 Delizete

………3 Helena Montes

………3 Francisco Wilson Montes

………  + Maria Rodrigues

…………4 Wilmara Montes

…………4 Wilmar Montes

…………4 Wilma Montes

………3 Palimércio Montes

………  + Mariana Barcelos

…………4 Luiz Otavio Montes

…………4 Maria Luiza Montes

…………4 Fernando Montes

…………4 Marcio Montes

………3 Maria Tereza Montes

………3 Leonides Montes

………3 Sebastião Rezende Montes

………3 Belarmino Montes

………  + Maria do Carmo Melo

…………4 Carlos Henrique Montes

…………4 Maria Aparecida Montes

…………4 Manoel Messias Montes

…………4 Luiza Helena Montes

…………4 Agostinho Tadeu Montes

………3 Dolcemira Montes

……2 Erminio b: 01 mar 1885 in Leopoldina, MG

……2 Grasiella b: 14 fev 1887 in Leopoldina, MG

Agradecemos a colaboração de Albino Montes, Elizabeth Dorigo de Oliveira, Helena Corte Real, José Gabriel Couto Viveiros Barbosa e Rosa Oliveira,  que contribuíram com informações sobre as gerações mais recentes.

  • Share on Tumblr

Há 100 anos

Leopoldinenses nascidos em julho de 1914

Jorge Meneghelli 2-jul filho de Evaristo Meneghelli e de Giuseppina Battisaco
Dalba 5-jul filha de Custódio Teixeira Dutra e de Maria Izabel Rodrigues do Vale
Euclides Meneghetti 5-jul filho de Felice Meneghetti e de Carolina Marinato
José 5-jul filho de Luiz Nóbrega da Costa e de Rita de Almeida Lacerda
Geraldo Tonelli 9-jul filho de Emilio Tonelli e de Elvira Bartoli
Newton 9-jul filho de Marco Aurélio Monteiro de Barros e de Laura Monteiro da Silva
Eurides 10-jul filha de Izolino de Macedo Freire e de Maria Cipriana de Carvalho
Cremilda 13-jul filha de Gastão Ferreira Brito e de Ana Leodina Gonçalves Neto
Ermelinda 15-jul filha de Alfredo Gomes da Silva e de Cecília Pimentel
José 17-jul filho de José Augusto Vargas e de Cecília Ferreira de Almeida
Carmen 20-jul filha de Alipio Ribeiro Filho Macieira e de Adalgisa Minelli
Sebastiana 20-jul filha de José Manoel de Souza e de Cecilia Januária de Alcântara
Maria 22-jul filha de Alfredo Firmino Sante Pengo e de Regina Marinato
Waldemar 22-jul filho de Paulino Ferreira Neto e de Maria Amelia Pires
Amalia Stefani 23-jul filha de Armando Stefani e de Maria Maddalena Meneghetti
Anayr Conti 25-jul filha de Giuseppe Conti e de Aristea Regina Meneghelli
  • Share on Tumblr

Há 100 anos

Em março de 1914 nasceram em Leopoldina:

Dia 1

Josefa, filha de Antonio Mauricio da Silva e de Emilia dos Reis Coutinho

Dia 2

Belmira,filha de Manoel Augusto Pires e de Aurora Izabel da Silva

Jovelina, filha de Galdino Rodrigues Gomes e de Silvina Apolinária de Souza Lima

Dia 3

Regina Ana Ceoldo, filha de Rodolfo Domenico Ceoldo e de Tereza Righetto

Dia 5

Helena Maria Farinazzo, filha de Giovanni Farinazzo e de Teresa Pedroni

Margarida, filha de Artur Guimarães Leão e de Iramira Furtado

Dia 11

Abigail Ziller, filha de Giovanni Trentino Ziller e de Luigia Gazzoni

Dia 18

Maria José Lomba, filha de João Francisco Lomba e de Elisa Lorenzetto

Dia 19

Cecilia, filha de José Dias Badaró e de Maria Cândida Badaró

Dia 22

Manoel, filho de Raimundo de Vargas Ferreira Brito e de Horácia Machado da Silva

Dia 28

Sebastião, filho de Alfredo Carlos de Souza e de Maria Ferreira de Lacerda

Dia 30

Norival, filho de Antonio Germano Rodrigues e de Maria Dietz Tavares

  • Share on Tumblr

Leopoldinense nascidos em Maio de 1913

Dia 6

João Marinato filho de Vincenzo Sante Marinato e de Maria Francisca de Jesus

Dia 8

Miguel Arcanjo filho de Antonio Ramos e de Amalia Lorenzetto

Dia 11

Emilio Conti filho de Giuseppe Conti e de Aristea Regina Meneghelli

Dia 12

Antonio Anzolin filho de Basilio Anzolin e de Antonia Ramanzi

Maria Meneghetti filha de Domenico Meneghetti e de Arminda Gesuína Barbosa

Dia 15

Francisco filho de Galdino Cipriano de Carvalho e de Maria Silvana Soares

Dia 20

Wantuil filho de Otacílio de Lacerda Werneck e de Maria José Lacerda Moraes

Virginia Montagna filha de Antonio Montagna e de Josefina da Silva

Dia 22

Maria filha de Oscar Alves de Almeida e de Rozalina de Oliveira Pires

Dia 25

Maria Madalena filha de Joaquim Baptista da Silva e de Margarida Duana

Dia 27

Nair filha de Izolino de Macedo Freire e de Maria Cipriana de Carvalho

Rubens Monteiro de Barros filho de Marco Aurélio Monteiro de Barros e de Laura Monteiro da Silva

  • Share on Tumblr

Nossa Senhora das Dores do Monte Alegre do Rio Pomba

Segundo Joaquim Ribeiro Costa, Itapiruçu significa “a grande pedra elevada ou empinada”, resultado da aglutinação de “itá-apira”, ou pedra empinada e “açu”, grande. O “distrito policial de Tapirussú” conforme consta em sua lei de criação pertencia ao município de Leopoldina e permaneceria com as “actuaes divisas”. Ou seja, em 1883 já existia um povoado com o nome de Tapirussú.

No início de 2000 um visitante do site escreveu pedindo informações sobre Itapiruçu, especialmente sobre a família Vieira Pires. Informei que não tinha estudos sobre famílias da região, embora meu grande interesse pelo antigo distrito do Tapiruçu, terra onde viveram alguns de meus antepassados. Do sobrenome citado eu conhecia apenas um nome: Manoel José Vieira Pires, Solicitador em Palma, por volta de 1890. Não era o nome procurado pelo correspondente. Por conta disso trocamos diversas mensagens até que não mais recebi respostas. Daquele contacto ficou a vontade de conhecer a história do lugar.

Itapiruçu, distrito de Palma

Segundo Joaquim Ribeiro Costa[i], Itapiruçu significa “a grande pedra elevada ou empinada”, resultado da aglutinação de “itá-apira”, ou pedra empinada e “açu”, grande. O “distrito policial de Tapirussú” conforme consta em sua lei de criação[ii] pertencia ao município de Leopoldina e permaneceria com as “actuaes divisas”. Ou seja, em 1883 já existia um povoado com o nome de Tapirussú.

De fato podemos comprovar que a antiga Capela das Dores do Monte Alegre do Rio Pomba já é citada em livros paroquiais de Conceição da Boa Vista em data bem anterior à criação do distrito policial. Como exemplo citamos o casamento de Antonio Vicente Ferreira e Ana José Rodriguez, realizado naquela capela no dia 10 de abril de 1875.[iii] Prosseguindo na busca de informações sobre a construção da Igreja de Itapiruçu nos deparamos com dados que podem interessar a todo estudioso da história da região.

Segundo a memória familiar o casal Antonio Vicente Ferreira e Ana José Rodriguez vivia no território do distrito de Itapiruçu desde o nascimento. Antonio Vicente nasceu a 13 de junho de 1862 e foi batizado no dia 21 de junho[iv] do mesmo ano. Ana José nasceu no dia 1º de agosto de 1858 e foi batizada no dia 19 de setembro[v] seguinte. Os pais de ambos procediam da região da Serra da Ibitipoca e migraram para a zona da mata por volta de 1830. Vejamos pois, alguns detalhes sobre estas famílias.

José Rodrigues Carneiro Ferreira, também conhecido por José Rodrigues Carneiro de Bem, descendia de Manoel José de Bem e Tereza Maria de Jesus, ela filha da ilhoa Maria Teresa de Jesus e de Inácio Franco. Migrado para a zona da mata ainda criança, radicou-se no território do que veio a se constituir na Freguesia de Conceição da Boa Vista, onde se casou com Mariana Esméria de Sena, filha de João Gualberto Ferreira Brito e Maria Venância de Almeida. José e Mariana tiveram, pelo menos, 4 filhos batizados no Curato de Conceição da Boa Vista. O segundo destes filhos foi Ana José Rodriguez.

Vicente Rodrigues Ferreira era filho de  Bento Rodrigues Gomes e Ana Joaquina de Jesus, tendo migrado de Santana do Garambeo para a zona da mata por volta de 1830. Em Conceição da Boa Vista casou-se com sua prima Luciana Francelina da Anunciação, filha de Antônio Rodrigues Gomes e Mariana Bernardina de São José. O novo casal residia na margem direita do Rio Pomba, a meio caminho entre São Joaquim (hoje Angaturama) e a atual divisa entre Palma e Santo Antônio de Pádua. É ainda a memória familiar que dá notícia da presença de eclesiásticos na fazenda onde residiam, nas diversas visitações realizadas pelo Bispado do Rio de Janeiro àquelas terras. Ainda não localizamos documentos sobre tais visitações, embora alguns autores as mencionem e citem como fonte o Arquivo da Arquidiocese do Rio de Janeiro. Entre outras referências, Oswaldo Ribeiro[vi] informa que em 1851 Frei Bento, de Santo Antônio de Pádua, obteve provisão para a Capela de São Francisco da Capivara, atualmente Palma. Parece-nos que para atingir seu destino o padre teria forçosamente que passar por Itapiruçu. E provavelmente também visitasse alguns fazendeiros vizinhos ao casal que, segundo contam, seriam os doadores do patrimônio da Capela de Itapiruçu e dos quais falaremos adiante. Importa registrar ainda que os batismos dos 10 filhos de Vicente e Luciana podem ser encontrados nos livros paroquiais de Miracema, Santo Antônio de Pádua e Conceição da Boa Vista. O sétimo destes filhos foi Antônio Vicente Ferreira.

Analisando os mais diferentes documentos a que tivemos acesso, observamos que o antigo distrito de Tapiruçu pode ter ficado relegado pela autoridades em função das disputas ocorridas entre os Minas e Rio de Janeiro. Ou, hipótese levantada por um de nossos correspondentes, ter sido criado justamente para permitir melhor controle do território disputado. É sabido que não foi sem traumas que o atual município de Palma conseguiu firmar-se, havendo registros de desentendimentos do mais variado calibre com os povoados vizinhos. Entre outros transcrevemos parte de uma ata eleitoral que demonstra a dúvida existente entre os moradores do lugar. [vii]

“… Deu o Presidente conhecimento da Portaria do Governo que em seguida vai transcrita. Palácio da Presidência da Província de Minas Gerais Ouro Preto em 13 de Agosto de 1866. 1ª Sessão. Declaro a vossamercê para a devida inteligência e publicidade que essa paroquia criada pela Lei nº 1239 de 1864 deve dar na proxima Eleição se a esse tempo já tiver sido Canonicamente provida, três Eleitores para o território de que se compõe abrange cento e setenta e sete votantes e foi desmembrada da Paróquia da Meia Pataca que deu quinze Eleitores na Legislatura que vai findar e qualificou naquele ano novecentos e cinquenta e oito votantes. Conquanto a Lei citada anexa a essa Freguesia do Distrito do Laranjal devem os votantes nele compreendidos concorrer na Eleição na Freguesia da Meia Pataca, visto pertencer esta e o dito distrito ao Bispado de Mariana, e essa nova Freguesia a do Rio de Janeiro. … Joaquim José de Santa’Ana. Snr. Juiz de Paz mais votado da Paróquia do Capivara….”

Cartão de Visitas

Temos tentado levantar documentos sobre a doação do terreno onde foi construída a primeira Capela de Nossa Senhora das Dores do Monte Alegre do Rio Pomba, com vistas a confirmar ou não as hipóteses formuladas a partir da memória familiar. Consta que o casal Antonio Vicente e Ana José tinha como vizinhos as famílias Amorim, Felix, Melo, Menezes e Vieira. Curiosamente encontramos, dentro do Breviário da Missa que pertenceu a uma nora de Antonio Vicente e Ana José, o cartão de visitas acima, de Manoel José Vieira Pires.

Verso do Cartão de Visitas

Como se pode observar, no verso do cartão é feito um pedido de cópia da escritura de compra de terras realizada pelo Padre Manoel Martins Lopes, em março de 1890. Sabendo que a Capela existia desde pelo menos 1875, procuramos os livros do Cartório de Notas de Itapiruçu em busca de esclarecimentos. Infelizmente só pudemos encontrar um deles, do qual extraímos as seguintes informações:

–         21.03.1887 o Padre Manoel Lopes Martins compra uma sorte de terras anexas ao Patrimônio de Nossa Senhora das Dores [viii]. Vendedor: Antônio José de Menezes.

–         06.04.1887 o mesmo Padre compra terras no Porto das Madeiras[ix]. Vendedores: Francisco Joaquim dos Reis e sua mulher Virgínia Maria da Conceição.

Os vizinhos das terras compradas em março eram Francisco Joaquim dos Reis, José Francisco do Amorim, herdeiros de Luiz de Souza Melo e herdeiros de Nicolau Antonio Lombardo. A compra de abril foi de 2,5 alqueires na divisa com Balbino Teixeira Ramos, Rio Pomba, José Francisco de Amorim, Serafim José da Costa e a Fazenda Cachoeira Alegre. Em outra escritura do mesmo livro, folhas 37, vimos que Balbino Teixeira Ramos e sua mulher Vitalina Maria de Jesus haviam comprado terras de Francisco Joaquim dos Reis no Porto das Madeiras, e as revendem em setembro de 1887. Na escritura consta que os vizinhos eram José Francisco de Amorim, o Rio Pomba, herdeiros de Nicolau Antonio Lombardo e o patrimônio de Nossa Senhora das Dores do Monte Alegre do Rio Pomba.

Portanto, as famílias mencionadas nas memórias familiares estavam realmente presentes no distrito de Itapiruçu na época em que ali viveram Antonio Vicente Ferreira e Ana José Rodriguez. As compras realizadas pelo Padre Manoel Lopes Martins parecem indicar que ele pretendia ampliar as posses da Igreja, deixando claro que já havia um patrimônio regularmente inscrito. Resta-nos encontrar a doação inicial e assim nos aproximarmos da data em que foi construída a primeira Capela de Nossa Senhora das Dores do Monte Alegre do Rio Pomba.


Fontes:

[i] in Toponímia de Minas Gerais, Editora Itatiaia Ltda, 1993, Belo Horizonte, MG, página 262

[ii] Lei n. 3171 de 18.10.1883

[iii] Primeiro Livro de casamentos da Igreja de Conceição da Boa Vista, folhas 70 verso

[iv] Transcrição do Livro de Batismos de Conceição da Boa Vista no Livro 1 de batismos da Matriz de São Sebastião de Leopoldina, folhas 86, termo 464

[v] idem, folhas 38, termo 201

[vi] in História de Santo Antônio de Pádua, Edição do Autor em 1999, página 23

[vii] in Livro de Atas da Freguesia da Capivara, Arquivo da Câmara Municipal de Leopoldina, folhas 1 e verso

[viii] in Livro de Notas do Distrito de Tapirussu, Arquivo da Câmara Municipal de Leopoldina, folhas 9 verso

[ix] idem, folhas 16 verso

  • Share on Tumblr

Eleitores residentes na Piedade em 1882

Relação dos moradores da Piedade inscritos como eleitores conforme o livro de Alistamento Eleitoral de Leopoldina relativo ao ano de 1882.


  • Adolfo Gustavo Guilherme Hufnagel
  • Agostinho de Souza Campos
  • Antônio Alves Tavares
  • Antônio da Silva Tavares
  • Antônio David Alves Ferreira
  • Antônio de Souza Almada
  • Antônio Fajardo de Melo
  • Antônio Gonçalves de Castro
  • Antônio Gonçalves Filgueiras
  • Antônio Joaquim de Nazareth
  • Antônio Maurício Barbosa
  • Antônio Pereira Valverde
  • Antônio Pinto de Carvalho
  • Antônio Pires Veloso de Sá
  • Antônio Romualdo de Oliveira
  • Antônio Teixeira de Mendonça
  • Antônio Teixeira Reis
  • Antônio Vieira da Silva
  • Bernardo Tolentino Cisneiros da Costa Reis
  • Camilo Alves Ferreira
  • Cândido José Batista
  • Custódio Dias Moreira
  • David Alves Ferreira
  • Domingos Henriques Porto Maia
  • Domingos José Barbosa de Miranda
  • Domingos Vieira da Silva
  • Eleotério Gonçalves Pereira
  • Elias Gonçalves Filgueiras
  • Francisco Antônio Nogueira
  • Francisco Casemiro da Costa Filho
  • Francisco de Paula Ladeira
  • Francisco Esmério de Paiva Campos
  • Francisco Fajardo de Melo
  • Francisco Henriques Porto Maia
  • Francisco José Barbosa de Miranda
  • Francisco Luiz Pereira
  • Francisco Martins Pacheco
  • Francisco Soares Valente Vieira
  • Higino Dutra de Rezende
  • Jacob Antôno Furtado de Mendonça
  • João Antônio da Costa Coimbra
  • João Antônio de Araújo Porto
  • João Antônio Valverde
  • João de Souza Almad
  • João Desidério da Silva Durães
  • João Francisco Vieira da Silva
  • João Henrique da Costa Ramos
  • João José Alves Ferraz
  • João Paulino Barbosa
  • João Pereira Valverde
  • João Rodrigues Gomes
  • Joaquim Constâncio Loures
  • Joaquim de Souza Almada
  • Joaquim Fajardo de Melo
  • Joaquim Fidélis Marques
  • Joaquim Gomes de Araújo Porto
  • Joaquim José Medina
  • Joaquim Rodrigues Gomes Corujinha
  • Joaquim Vieira da Silva
  • Joaquim Wenceslau de Campos
  • José Carlos de Oliveira Pires
  • José de Rezende Montes
  • José Fajardo de Melo
  • José Fajardo de Melo Júnior
  • José Fernandes da Silva
  • José Francisco de Paiva Campos
  • José Francisco Vieira
  • José Furtado de Mendonça
  • José Henriques da Mata
  • José Joaquim Furtado de Mendonça
  • José Justino de Carvalho
  • José Martins Pacheco
  • José Maximiano de Moura e Silva
  • José Rodrigues Barbosa de Miranda
  • José Rodrigues Carneiro de Souza
  • José Rodrigues Gomes
  • José Teixeira de Oliveira Guimarães
  • José Vieira da Silva
  • Laurindo Gonçalves de Castro
  • Luiz Teixeira Machado
  • Manoel Antônio da Mota
  • Manoel Antônio Dutra
  • Manoel Ferreira Ribeiro
  • Manoel Ferreira Ribeiro Filho
  • Manoel Henriques Porto Maia
  • Manoel Henriques Porto Maia Filho
  • Manoel Luiz Pereira
  • Manoel Muniz de Azevedo Coutinho
  • Manoel Rodrigues de Oliveira
  • Mariano Henriques Pereira
  • Olímpio Rodrigues de Mendonça
  • Olímpio Sinfrônio de Souza
  • Pedro Antônio Furtado de Mendonça
  • Pedro Rodrigues Gomes
  • Roberto de Souza Almada
  • Silvério Gomes Filgueiras
  • Silvério José Barbosa de Miranda
  • Teotônio Joaquim de Araújo Porto
  • Urbano Otoni de Andrade Rezende
  • Vicente Alves Ferreira
  • Vital Inácio de Moraes
  • Vital Rodrigues de Oliveira
  • Wenceslau José de Campos
  • Wenceslau Martins Pacheco Filho
  • Share on Tumblr

Primeiros óbitos em Piacatuba

A lista dos primeiros moradores falecidos e sepultados no cemitério de Piacatuba foi composta a partir de um trabalho realizado entre 1996 e 2001, quando fizemos a higienização, indexação e acondicionamento dos primeiros livros paroquiais de Piacatuba, preparando-os para consulta de forma menos danosa à conservação deste patrimônio do distrito.

Data

Falecido

Parente

20.01.1853 Ana Teodora de Jesus
19.10.1851 Antonio
29.09.1852 Antonio Baptista
28.09.1851 Antonio Nunes de Moraes
26.06.1903 Brasileiro
—.10.1864 Cesaria filha de Joaquina
01.08.1852 Custodio filho de Francisco Antonio da Silva e Mariana Custódia de Jesus
28.02.1852 Domingos filho de Antonio de Sá Rocha e Francisca Rosa de Jesus
02.06.1852 Domingos de Oliveira Curto
03.10.1851 Eugenio
10.03.1862 Eustachio escravo de Joaquim Honorio de Campos
09.11.1851 Francisca Rosa de Jesus mulher de Antonio de Sá Rocha
—.04.1862 Francisco
13.12.1851 Francisco filho de Francisco José Barbosa de Miranda e Maria Júlia de Oliveira
18.04.1852 Francisco João Luciano de Rezende e Felicidade
2?.12.1851 Francisco filho do Manuel Rodrigues e Anna
17.10.1864 Gabriel filho de Carolina Maria de Jesus
02.01.1852 João filho de Manoel Dias de Meirelles e Florentina Maria de Jesus
03.08.1851 João
08.10.1853 João Francisco Pires
27.09.1851 João Purí
23.05.1852 Joaquim Antonio da Silva
22.12.1851 José filho de Antonio Costa Ferreira e Anna Joaquina
07.07.1852 José Carlos de Oliveira
25.03.1861 José Luis Pereira filho de Francisca de ….
07.10.1851 José Nunes de Moraes
29.04.1863 Josepha escrava de David Alves Ferreira
04.08.1851 Leopoldino
14.05.1862 Lina Emigdia de Assis mulher de Francisco Fernandes Ferraz
11.04.1862 Manoel Benedicto
31.12.1851 Manoel Joaquim Ferreira marido de Mariana
—.07.1851 Maria mulher de Marcelino
02.12.1851 Maria
09.04.1862 Maria mulher de João Pires
17.11.1851 Maria
27.05.1903 Maria mulher de Sebastião Rezende de Mendonça
22.04.1862 Maria de Nazareth filha de Ana Valverde
27.03.1852 Maria Gomes mulher de João Rodrigues
30.05.1852 Matheus filho de João José de Souza e Verdiana de Jesus
28.06.1852 Rita escrava de Ana Teodora do Nascimento
07.03.1854 Rita Maria de Jesus mulher de Manoel Antonio de Oliveira
19.08.1852 Thomaz escravo de Hipolito Pereira da Silva
19.02.1862 Zeferino
26.05.1852 Zeferino José Ribeiro
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Share on Tumblr