Arquivo da tag: Fermadi

Sobrenome de família imigrante que viveu em Leopoldina.

Significado de Sobrenomes

Continuando com a série de questões frequentes nas mensagens de nossos leitores, hoje apresentamos um resumo sobre o Estudo da Origem e do Significado de Sobrenomes. Esclarecemos tratar-se de noções básicas com o objetivo auxiliar o início de um trabalho de pesquisa sobre o tema.
Em primeiro lugar queremos chamar a atenção para alguns termos.
– Onomástica é o ramo da Linguística que se refere ao estudo explicativo dos nomes próprios;
– Antroponímia é a divisão da Onomástica que estuda o significado dos nomes próprios;
– Etimologia é a parte da Gramática que trata da origem e formação das palavras.
Algumas pessoas se assustam quando encontram os termos acima e até mesmo desistem de prosseguir por julgarem tratar-se de alguma coisa muito complexa e inatingível. Ledo engano! Todos nós, que nos interessamos pelo estudo de nossas origens, em algum momento vamos entrar por este caminho. E podemos encontrar termos como os seguintes.
– Patronímico é o sobrenome derivado do nome do pai;
– Toponímico é o sobrenome que se refere a um local, à toponímia de um lugar, ou seja ao seu nome;
– Gentílico designa a Nação ou Estado a que pertence.
Há muitas obras publicadas sobre o assunto e inúmeros sites que o abordam. Cabe a cada um de nós escolher aquela fonte que passar pelo nossa crítica. Como aproximação do assunto, e considerando que estamos comemorando os 130 anos da Imigração Italiana em Leopoldina, vamos comentar o significado de alguns sobrenomes a partir do Dicionário dos Sobrenomes Italianos, de Ciro Mioranza, publicado pela Editora Escala de São Paulo. Nesta obra o autor retoma o contido em sua obra anterior – Filus Quondam, A Origem e o Significado dos Sobrenomes Italianos – publicada pela Editora São João de Guarulhos, SP.
Segundo Ciro Mioranza,
“prefixos e sufixos constituem a chave-mestra para entender os sobrenomes italianos e seu significado. Os prefixos são poucos. Os sufixos, porém, são muitos e se combinam e se aglutinam de todas as formas.”
Para não tornar cansativa esta exposição, destacamos alguns sufixos comuns em sobrenomes italianos, segundo este autor. A primeira forma é singular, seguida do plural.
– àccio, acci – aumentativo, pejorativo
– acco, acchi – diminutivo, indica local de origem
– ardo, ardi – onomástico, toponímico, diminutivo pejorativo
– engo, enghi – ressalta relação de parentesco
– eno, eni – noção de numeral, coletivo
– ente, enti – qualidade, profissão, gentílico
– oto, oti – étnico, gentílico das áreas meridionais
– tore, tori – profissão, arte e ofício, função
– trice, trici – feminino do anterior
No estudo dos sobrenomes, nós precisamos analisar a etimologia da palavra. É fundamental identificar o radical, os sufixos e prefixos. Só assim poderemos chegar ao significado.
Um exemplo: Gallo, segundo Ciro Mioranza, é proveniente
“do latim gallus, galo ou gaulês, ou seja, habitante da Gália. Gallus era sobrenome de prestígio na sociedade romana e se referia tanto à ave, como à etnia gaulesa. O sobrenome, portanto, pode indicar ‘oriundo da Gália’ como recordar os atributos do galo, a vigilância, a altivez, a sobranceria, o comando. Pode, ainda, ser uma referência ao habitante oriundo de uma das duas cidades ou de uma das várias povoações chamadas Gallo”.
Em Leopoldina este sobrenome aparece em descendentes de Pietro Gallo, procedente de Longare, Vicenza, Veneto. Ele passou ao Brasil em 1896 e foi contratado para trabalhar em fazenda de Além Paraíba, onde já viviam parentes seus. Posteriormente a família surge em fontes relativas a Providência, distrito de Leopoldina.
Pietro era casado com Corina di Lamassara com quem teve os filhos Giorgio, Guglielmo, Silvestre , Catterina, Maria e Angela. Esta última filha casou-se, no distrito de Providência, com Luigi Fermadi. Diferentemente da maioria dos filhos de italianos que usavam apenas o sobrenome paterno, como é comum na Itália, alguns filhos de Angela Gallo e Luigi Fermadi foram registrados com o sobrenome duplo: Gallo Fermadi.
Ainda não temos o significado dos dois outros sobrenomes mencionados neste texto, Lamassara e Fermadi, por não termos conseguido chegar ao original. Provavelmente são variações ortográficas. Talvez o primeiro seja “La Massaro”, sendo que “la” é o artigo feminino correspondente ao “a” em português. Massaro, segundo Mioranza, vem do latim massarius, derivado de massa, ou seja, latifúndio. O autor destaca que este sobrenome refere-se ao administrador ou feitor de uma grande propriedade agrícola, podendo também designar o colono que trabalha em tal propriedade. Uma outra possibilidade, ainda segundo Mioranza, é de que este sobrenome identifique o administrador de bens de uma comunidade, ou seja, “a massa” de bens da paróquia local, por exemplo.
Este texto foi enviado para uma professora de Leopoldina que nos consultou sobre o significado de alguns sobrenomes. Em seguida ela nos escreveu para declarar que não imaginava as múltiplas possibilidades oferecidas pelo projeto Conhecendo suas Raízes. Esta professora está pensando em ampliar o alcance para seus alunos do Ensino Médio, por acreditar que eles se sentirão mais estimulados para estudar Linguística. 
Nós nos sentimos recompensados ao perceber que nossos estudos sobre a Imigração em Leopoldina podem, finalmente, entrar na pauta das escolas. Sempre o dissemos e aqui repetimos: o passado da nossa cidade abre portas para o nosso futuro até por vertentes que não conseguimos perceber de imediato.
  • Share on Tumblr

Salerno, província das mais citadas.


Entre as províncias da Campania, Salerno é a de maior incidência em Leopoldina.

Até aqui pudemos confirmar a origem na Campania das famílias

Andrea, Apprata, Brando, Caiafa, Cobucci, Eboli, Fermadi, Finamori, Gripp, Manza, Mauro, Mazzei, Pagano, Prete, Russo, Scaramucci e Sparanno.

Entre elas encontram-se os imigrantes com registro mais remoto na cidade, sendo citados já no ano de 1880.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Share on Tumblr