Arquivo da tag: Biblioteca

Personagens Leopoldinenses: Barroso Júnior

Na edição de 16 de agosto de 2016 do jornal Leopoldinense, concluímos a publicação de nossa pesquisa sobre João Barroso Pereira Júnior, antigo historiador de Leopoldina.

Personagens Leopoldinenses - Barroso Junior

Jornalista, Professor, organizador e primeiro Diretor da Biblioteca Municipal de Leopoldina, Barroso Júnior foi por nós abordado em três etapas:

Barroso Júnior: o Cidadão

A família e as atividades

O Escritor

  • Share on Tumblr

Mundo da leitura

“um mundão para ler”

  • Share on Tumblr

Bibliotecas Públicas em Leopoldina

A Lei nr 2746, de 18 de dezembro de 1880,  autorizava o governo a aplicar verba em auxílio às bibliotecas públicas que fossem criadas pelas municipalidades da província. Parece-nos estar aí a origem da Biblioteca Pública Municipal que, em julho de 1889, recebeu uma doação de variadas obras por parte do advogado Gabriel de Paula Almeida Magalhães, conforme noticiado pelo jornal Irradiação do dia 24 de julho de 1889, edição nr 74, página 1.

Seis anos depois o jornal O Leopoldinense, de 19 de maio de 1895, edição 49, página 2, sugeriu ao Agente Executivo que desligasse a Biblioteca Municipal da Secretaria da Câmara, para aprimorar o seu funcionamento. Diz a matéria:

“Tal qual como tem estado até agora, esta repartição não produz nenhum dos benefícios para que foi creada, é letra morta e a querer-se tirar d’ella algum proveito, mistér se torna organisal-a em moldes mais racionaes.”

Não se sabe se as sugestões foram acatadas. Mas a Biblioteca Municipal continuou funcionando, conforme declarou Nelson de Senna em seu livro A Terra Mineira, publicado em 1926. Segundo este autor, Leopoldina estava no grupo de oito municípios mineiros onde associações literárias particulares mantinham Gabinetes de Leitura e Bibliotecas Anexas.

A atual Biblioteca Municipal Luiz Eugênio Botelho foi organizada por João Barroso Pereira Júnior, mais conhecido como Barroso Junior, que em seu discurso de inauguração não deixou de enfatizar ser uma “biblioteca pública onde os leitores terão livre acesso às estantes pejadas de livros.” Atualmente ela não está aberta ao público, já que espera a conclusão das obras e equipagem do Centro Cultural Mauro de Almeida Pereira, cuja inauguração deve ocorrer a breve tempo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Share on Tumblr