Arquivos da categoria: Arquivo

Postagens sobre arquivos públicos e privados. especialmente de Minas Gerais.

Assentos Paroquiais de Matrimônio em Leopoldina

  • Share on Tumblr

Barbacena Século XXI entrevista

Programa da TV Estrada Real com Edna Rezende, Diretora do Arquivo Histórico Municipal Altair José Savassi.

 

Nos estudos de história de Leopoldina foram pesquisados muitos inventários e testamentos disponíveis neste Arquivo. Além da maioria dos povoadores do Arraial do Feijão Cru terem nascido em território da então Vila de Barbacena, a região do atual município de Leopoldina pertencia ao Termo de Barbacena.

  • Share on Tumblr

Site da Revista Acervo

Agora poderemos ler esta ótima publicação semestral do Arquivo Nacional pela internet. Neste endereço já estão disponíveis os volumes 23, nr 2; 23, nr 1 e 22, nr 2.

Destaco, em especial, o número 2 do volume 23, que aborda a Preservação de Acervos Documentais. Todos os artigos são ótimos. O primeiro é de Adriana Cox Hollós abordando os fundamentos da preservação documental no Brasil. Uma boa introdução para quem tem pouco conhecimento na área.

 

  • Share on Tumblr

Descarte de Material Histórico em Cataguases

No imbróglio que vem ocorrendo esta semana em Cataguases, chamou a atenção uma informação de fonte oral dando conta de que um funcionário graduado da Prefeitura Municipal de Cataguases teria autorizado o descarte por se tratar de material sem valor.

Material encontrado em Cataguases

Queremos deixar bem claro que não acreditamos em tal informação pelos motivos elencados a seguir.

1 – Um funcionário público, encarregado do setor de guarda e conservação de documentos, não pode desconhecer a legislação que dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados. A Lei 8.159/91 (Art. 21) determina, entre outras providências, que os Estados, Distrito Federal e Municípios devem definir os critérios de organização, vinculação , gestão e acesso aos seus arquivos, observando o disposto na Constituição Federal. A mesma Lei estabelece que ficará sujeito à responsabilidade penal, civil e administrativa, na forma da legislação em vigor, aquele que desfigurar ou destruir documentos de valor permanente ou considerados como de interesse público e social.

2 – A Resolução nr 14 do Conselho Nacional de Arquivos – CONARQ, trata do sistema de classificação e da tabela de temporalidade e destinação de documentos de arquivos relativos às atividades-meio da Administração Pública. É documento imprescindível na mesa dos funcionários encarregados dos arquivos da Prefeitura.

Pois esta resolução, em sua página 44, traz o subtítulo 2 do capítulo 2 que aborda os “Prazos de Guarda”, ou seja, o período em que um documento da prefeitura deve permanecer no Arquivo Corrente, quanto tempo deverá ficar no Arquivo Intermediário e dá informações gerais sobre o tipo documental que deve fazer parte do Arquivo Permanente ou Histórico.

Na página 46 da Resolução, encontramos:

“…definiu-se que os documentos financeiros permaneçam na fase corrente até a aprovação das contas e por mais 5 (cinco) anos na fase intermediária previamente à destinação, conforme a legislação em vigor. Estabeleceu-se valor permanente para os conjuntos documentais relativos à execução financeira (prestação de contas, tomada de contas, balanços, balancetes, estímulos creditícios), os quais comprovam a receita e despesa do órgão.”

Descarte de material histórico em Cataguases

Vale dizer: os livros contábeis não poderiam ter sido descartados.

Sendo assim, queremos tornar público que NÃO ACREDITAMOS que um funcionário público encarregado dos arquivos da Prefeitura de Cataguases possa ter autorizado o descarte de tantos documentos que, segundo a Constituição Federal, a Constituição do Estado de Minas, as Leis Federais e as normas do Conarq, determinam que sejam conservados no Arquivo Permanente.

E pedimos aos nossos leitores que não repassem informações sem fundamento que possam  denegrir a imagem dos funcionários da Prefeitura Municipal de Cataguases. Tal atitude seria “uma fofoca” inominável.

Não é o momento de fazermos gracejos com um assunto tão sério. Devemos nos unir e buscar a solução para um problema tão grave que, com a ajuda de todos, poderá ter um final feliz a breve tempo.

Fonte: http://majorvieira.blogspot.com/2011/12/descarte-de-material-historico-em.html

  • Share on Tumblr

Arquivo e Educação

No texto O arquivo dentro do novo paradigma informacional: o da educação, Leandra Nascimento Fonseca apresenta informações interessantes para o III Simpósito Baiano de Arquivologia que se realiza entre 26 e 28 de outubro em Salvador, Bahia.
Creio ser interessante para os leopoldinenses refletirem sobre a seguinte afirmação:
“Desta forma o gestor não se vê voltado para o público que é a sociedade em geral, apesar de recomendações para inclusão das unidades de arquivo de acesso público ao repertório de instrumentos auxiliares do ensino, apesar do fato de alguns proeminentes pensadores de nossa área já terem atentado para o fato de que, desde que o patrimônio nacional e de manifestações da cultura passaram do âmbito privado para o público, se torna um dever de gestor público disponibilizar esse acervo para o público, visando assim à difusão desse conhecimento, a serviço do bem público.”
Quando teremos o Arquivo Público Municipal de Leopoldina?
Para ler o arquivo completo, acesse o link
  • Share on Tumblr

Arquivo e Educação: No texto…

Arquivo e Educação: No texto O arquivo dentro do novo paradigma informacional: o da educação, Leandra Nascimento… http://t.co/XIPHJYC4

  • Share on Tumblr

Digitalização: experiência da Cinemateca Brasileira

A Cinemateca Brasileira esteve presente no Seminário Nacional de Digitalização Preservação e Difusão de Acervos Patrimoniais, representada pelo Coordenador de Preservação Professor Millard Schisler, acompanhado de dois membros da equipe: Fernando Fortes e Karina Seino.
O professor Millar abordou 10 questões para refletir antes de iniciar um projeto de digitalização:
1 – Porque Digitalizar;
2 – Quando Digitalizar;
3 – Plano de Preservação Analógica;
4 – Plano de Preservação Digital;
5 – Especificações Técnicas;
6 – Sistemas Empregados;
7 – Educação, Marketink e Difusão;
8 – Catalogação;
9 – Escolhas;
10 – Gerenciamento de Bens Digitais.
Fernando Fortes e Karina Seino falaram de projetos de digitalização da Cinemateca Brasileira.
Deixaram-nos, ainda, a sugestão de baixar a edição brasileira de O Dilema Digital, disponível neste endereço.
  • Share on Tumblr

Preservação e Difusão de Acervos Patrimoniais

Terminou hoje o Seminário Nacional de Digitalização eDifusão de Acervos Patrimoniais, promovido pelo Museu Imperial. Brevemente aspalestras estarão disponíveis no site, na seção dedicada ao Projeto DAMI –Digitalização do Acervo do Museu Imperial que pode ser conhecido nesteendereço.
A penúltima palestra foi do Professor Doutor Pedro Puntoni,Diretor da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin – Brasiliana USP. Discorreusobre o processo de constituição desta biblioteca digital e ressaltou anecessidade de envolvimento da sociedade, lembrando que a digitalização “não sóevita o estresse causado pelo manuseio do original como permite a ampliação doacesso que vai garantir que o acervo seja preservado”. Isto porque, se asociedade em geral não tem acesso, desconhece o acervo e não luta pela suapreservação. “Se eu guardar um tesouro e ninguém puder vê-lo, a próxima geraçãonão saberá que ele existe”, disse Pedro Puntoni.
Precisamos refletir sobre a mudança de paradigma relativo àpreservação dos acervos que estão sob a guarda dos nossos museus, arquivos ebibliotecas. Envolvendo a sociedade, os gestores serão chamados a responder aosseus anseios, no sentido de preservar estes bens culturais. Mas a sociedade sópode lutar por aquilo que conhece. A digitalização é a melhor maneira deampliar o conhecimento geral sobre a memória cultural que se encontra sob aguarda das instituições encarregadas de sua preservação.
  • Share on Tumblr

Digitalização: experiência …

Digitalização: experiência da Cinemateca Brasileira: A Cinemateca Brasileira esteve presente no Seminário Nacion… http://t.co/PoIyKBJD

  • Share on Tumblr

Preservação e Difusão de Ac…

Preservação e Difusão de Acervos Patrimoniais: Terminou hoje o Seminário Nacional de Digitalização eDifusão de A… http://t.co/enYzmsg3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Share on Tumblr